Abraão Cresques

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Abraão Cresques (século XIV) foi um cartógrafo judeu de Maiorca, provavelmente o autor do famoso Atlas Catalão de 1375. Foi pai do também cartógrafo Jehuda Cresques, ou Jaime de Maiorca, um dos cartógrafos ao serviço do Infante D. Henrique. Foi uma das figuras mais destacadas da escola cartográfica maiorquina.

Para além da sua produção cartográfica, construía bússolas, relógios náuticos e outros instrumentos e precisão necessários para a navegação.

Foi protegido pelos reis Pedro III de Aragão, João I de Aragão e Martim I de Aragão. Deixou um conjunto de cartas náuticas realizadas por si e seu filho, actualmente perdidas, embora se lhe atribuam alguns mapas anónimos, como os integrados no Atlas Catalão de 1375.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Porcel, Baltasar. Los chuetas mallorquines. Quince siglos de racismo (em espanhol). [S.l.: s.n.], 2002.


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Abraão Cresques