Abraão de Rostov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santo Abraão de Rostov
Arquimandrita
Nascimento desconhecido (século X) em Galich, Rússia
Morte entre 1073 e 1077 em Rostov, Rússia
Veneração por Igreja Ortodoxa Russa
Festa litúrgica 29 de outubro
Gloriole.svg Portal dos Santos

Santo Abraão de Rostov (Galich, século X - Rostov, 1073) foi um arquimandrita em Rostov no século XI e santo canonizado pela Igreja Ortodoxa Russa, festejado em 29 de outubro.

Nascido em Galich, óblast de Kostroma, deixou a casa da família na juventude, dedicando-se a uma vida de ascese e contemplação, às margens do lago Nero, perto da cidade de Rostov.

Perto da cela, onde passava as horas em oração, havia um templo onde os pagãos adoravam um ídolo de pedra chamado Veles (ou Volos), cuja presença aterrorizava os habitantes cristãos de Rostov. A hagiografia do santo relata que Abraão teve uma visão do apóstolo João Evangelista, que lhe entregou um bastão com uma cruz na ponta, com o qual destruiu o ídolo. Expulsou os pagãos do templo e construiu no local um mosteiro em honra da Virgem Maria e tornou-se seu abade.

Em memória da alegada aparição milagrosa, o monge construiu uma igreja dedicada a São João Evangelista. Então começou uma intensa atividade de pregação, o que levou à conversão de muitos pagãos, e à educação dos jovens, alguns dos quais também seguiram o monge e tornaram-se seus discípulos.

Apesar de sua posição de diretor do mosteiro, os relatos hagiográficos contam que Abraão continuou a comportar-se com humildade, e não deixou, mesmo em idade avançada, a ser útil nas atividades cotidianas, como lavar as roupas dos outros monges e transportar água do poço para as cozinhas. Presumivelmente, morreu em 1073.

Suas relíquias foram expostas à veneração durante o reinado do grão-príncipe Vsevolod III Vladimirski (1176-1212). Em 1551, o czar Ivã, o Terrível, antes da sua campanha militar contra Cazã, foi em peregrinação ao mosteiro fundado por Abraão, onde os monges lhe mostraram o bastão com o qual é dito que o santo teria destruído a estátua de Veles. Acreditando na história, o Czar levou consigo o bastão e ao retornar da campanha vitoriosa, ordenou que fosse construída uma igreja de pedra em honra da Virgem e quatro capelas. Nesta igreja ainda estão os restos mortais de Abraão.

Referências

  • Holweck, F. G., A Biographical Dictionary of the Saints. St. Louis, MO: B. Herder Book Co. 1924.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Abraão de Rostov