Abraão ibn Ezra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Abraham ben Meir ibn Ezra (em hebraico: אברהם אבן עזרא, também conhecido por Abenezra) (1092 ou 1093-1167), foi um importante escritor judeu da idade média.[1] Nasceu em Tudela, no artigo reino Navarra (hoje, Espanha).[2] E faleceu, por volta de 1167, em sítio incerto, mas muito provavelmente em Calahorra, com outros a dizer que foi em Roma ou na Terra Santa. Foi um sábio e rabino espanhol. Cultivou todas as ciências, e mais particularmente a astronomia. Os seus comentários sobre o Antigo Testamento são notáveis por uma grande ousadia de opiniões. Aben-Ezra deu o seu nome a uma cratera lunar.[3]

Foi um dos primeiros a traduzir de obras desde o árabe para o hebreu. Sua obra ainda conteria vários livros sobre matemática, introduzindo o sistema decimal para o povo judeu (e, por via de consequência, para os cristãos), e astrologia.[3]

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Ibn Ezra viveu em diferentes lugares, desenvolvendo uma vida literária rica. Na sua terra natal já possuía uma reputação de distinto poeta e pensador mas distinta dos seus poemas, os quais foram escritos em hebraico, feitos durante a segunda metade da sua vida. Com esses trabalhos cobrindo o primeiro exemplo da filosofia hebraica e exegese bíblica, ele completou a grande missão de tornar acessível aos judeus da Europa cristã o rico conhecimento dos trabalhos árabes que trouxe consigo da Espanha.

Referências

  1. Sela, Shlomo. Abraham Ibn Ezra and the Rise of Medieval Hebrew Science (em inglês). Danvers: Brill, 2003. p. 8-9. ISBN 9004129731.
  2. Ibn Ezra (em inglês). Visitado em 12.nov.2012.
  3. a b Abraham Ibn Ezra - Brasil Escola. Visitado em 12.nov.2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]