Abraham Bloemaert

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paisagem com a pregação de João Batista (139 × 188 cm). Oléo sobre tela, feito por volta de 1600.

Abraham Bloemaert (Gorinchem, 1566Utrecht, 27 de janeiro de 1651), foi um pintor e gravurista neerlandês.

Bloemaert era filho de um arquiteto que mudou-se com sua família para Utrecht em 1575, onde Abraham foi primeiramente um pupilo de Gerrit Splinter (pupilo de Frans Floris) e depois de Joos de Beer. Estudou três anos em Paris, tutorado por vários mestres, para depois retornar para seu país natal e receber um treinamento complementar de Hieronymus Francken. Em 1591, Bloemaert foi a Amsterdã, e quatro anos depois fixou-se por fim em Utrecht, onde tornou-se reitor da Guilda de São Lucas.

Bloemaert saiu-se melhor como colorista do que como desenhista. Era extremamente produtivo no que fazia, pintando e gravando figuras alegórias e históricas, paisagens, natureza-morta, animais e flores. Entre os seus pupilos estão seus filhos Hendrick, Frederick, Cornelius e Adriaan (todos eles conquistaram reputação considerável como pintores e gravuristas), além de Gerhard van Honthorst, Ferdinand Bol e Jacob Gerritsz Cuyp.

Redescobertas[editar | editar código-fonte]

  • Loth e suas filhas (120 x 220 cm), óleo sobre tela (redescoberto em 2006 pelo Prof. Alain Béjard & Dimitri Joannidès, Instituto Alicem, Luxemburgo)

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Abraham Bloemaert
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.