Abstract

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um abstract é um breve resumo de um artigo de pesquisa, tese, revisão, conferência, proceeding ou qualquer análise aprofundada sobre um determinado assunto ou disciplina, e é frequentemente usado para ajudar o leitor a tomar conhecimento rapidamente do propósito do artigo. Quando utilizado, um abstract sempre aparece no início de um manuscrito, que actua como o ponto de entrada para qualquer artigo científico ou pedido de patente dado. Abstracção e serviços de indexação estão disponíveis para um número de disciplinas acadêmicas, visando a elaboração de um corpo de literatura para esse assunto particular.

Finalidade e limitações[editar | editar código-fonte]

A literatura acadêmica usa o abstract para comunicar de forma sucinta pesquisas complexas. Um abstract pode agir como uma entidade autônoma, em vez de um trabalho completo. Como tal, o abstract é utilizado por muitas organizações como a base para a selecção da investigação que é proposta para apresentação na forma de um poster, uma apresentação oral/em plataforma ou apresentação em um workshop conferência acadêmica. A maioria dos motores de busca de banco de dados sobre literatura indexam apenas os abstracts, em vez de fornecer o texto integral do documento. Os textos integrais de artigos científicos devem ser comprados muitas vezes por causa dos direitos autorais e/ou taxas de editor e, portanto, o abstract é um ponto de venda importante para a reimpressão ou forma electrónica do texto completo[1] .

Os abstracts são protegidos sob a lei de copyright, tal como qualquer outra forma de escrita discurso está protegida. No entanto, os editores dos artigos científicos, invariavelmente, disponibilizam os abstracts publicamente, mesmo quando o próprio artigo é protegido por uma barreira de portagem. Por exemplo, artigos na literatura biomédica estão disponíveis ao público a partir da MEDLINE, que é acessível através da PubMed.

O abstract pode transmitir os principais resultados e conclusões de um artigo científico, mas o artigo texto completo deve ser consultado para se obter informações sobre a metodologia, os resultados completos experimentais, e uma discussão crítica das interpretações e as conclusões. A consulta ao abstract sozinho é inadequada e pode levar a decisões médicas inadequadas.[2]

Um abstract permite que se filtre grandes quantidades de documentos para selecionar somente aqueles em que o pesquisador pode ter mais confiança de que serão relevantes para suas pesquisas. Depois de escolher os documentos com base no abstract, estes devem ser lidos cuidadosamente para ser avaliados em termos de relevância. Se presume que não se deve basear citações de referência sobre somente o abstract, mas sobre o mérito total do documento.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Um abstract acadêmico geralmente apresenta quatro elementos pertinentes ao trabalho realizado:

  • O foco da pesquisa (ou seja, a declaração do(s) problema (s)/tema(s) de pesquisa endereçados);
  • Os métodos de pesquisa utilizados (investigação experimental, estudos de caso, questionários, etc);
  • Os resultados/conclusões da investigação e
  • As principais conclusões e recomendações

Ele também pode conter breves referências.[3] [4]

O tamanho de um abstract varia de acordo com a disciplina e as exigências do editor. Tamanhos típicos variam de 100-500 palavras, mas muito raramente mais do que uma página. Um resumo pode ou não pode ter o título da seção de "abstract" explicitamente listado como um antecedente para o conteúdo, porém, eles geralmente são seccionados logicamente como uma visão geral do que aparece no documento (por exemplo, qualquer uma dos seguintes: Pano de fundo, Introdução, Objetivos, Métodos, Resultados, Conclusões).

Em artigos de revistas, artigos de pesquisa, pedidos de patente publicados e patentes, um abstract (resumo) é um breve sumário colocado antes da introdução, muitas vezes separado do corpo do texto, às vezes com uma justificação de linha diferente (como um bloco ou uma citação) do resto do artigo.

Exemplo[editar | editar código-fonte]

Exemplo extraído do Journal of Biology, Volume 3, Número 2.[5] :

The hydrodynamics of dolphin drafting

por Daniel Weihs, Faculty of Aerospace Engineering, Technion, Israel Institute of Technology, Haifa 32000, Israel.

Abstract:

Pano de fundo Carregamento em cetáceos é definido como a transferência de forças entre os indivíduos, sem contato físico entre eles. Esse comportamento tem sido imaginado para explicar como jovens crias de golfinhos acompanham suas mães que se movem rapidamente. Recentemente, foi observado que um número significativo de crias tornam-se permanentemente separados de suas mães durante a caçada por atuneiros. Um estudo da hidrodinâmica de elaboração, iniciado na esperança de compreender os mecanismos que provocam a separação das mães e das crias durante as atividades relacionadas à pesca, é relatado aqui.

Resultados Os resultados quantitativos são apresentados para as forças e momentos em torno de um par de tamanho desigual de corpos delgados tipo-golfinho. Estes incluem dois grandes efeitos. Primeiro, o chamado de sucção de Bernoulli, que decorre do fato de que a pressão cai em locais de áreas de alta velocidade, resulta em uma força atrativa entre mãe e a cria. O segundo é o efeito de deslocamento, no qual o movimento da mãe faz com que a água na frente avance radialmente e a água por trás do corpo avance no sentido de substituir a massa do animal. Assim, a cria pode ganhar uma 'carona' nas áreas de movimento para a frente. Utilizando esses efeitos, o recém-nascido pode ganhar até 90% do esforço necessário para mover-se ao lado da mãe, a velocidades de até 2,4 m/s. Uma comparação com as observações de golfinhos-rotadores Orientais (Stenella longirostris) é apresentada, mostrando uma economia de até 60% na pressão que as crias necessitam para que possam se manter em contato com suas mães.

Conclusões Uma análise teórica, apoiada por observações de escolas de golfinhos nadando livremente, indica que as interações hidrodinâmicas com as mães desempenham um papel importante na capacitação de crias de golfinho para acompanhar a rápida evolução dos integrantes da escola de adultos.

© 2004 Weihs; licensee BioMed Central Ltd. Este é um artigo de acesso aberto: a cópia e redistribuição deste artigo são permitidas em todos os meios para qualquer finalidade, desde que esta nota seja preservada, juntamente com a URL original do artigo

Referências

  1. GLINER, Jeffrey A; MORGAN, George Arthur. Research methods in applied settings. [S.l.: s.n.]. ISBN 9780805829921.
  2. Meta-analysis, decision analysis ... Google Book Search.
  3. Guidelines for writing a abstract Medicine.ox.ac.uk.
  4. Journal Paper Submission Guidelines Docstoc.com (2008-11-15).
  5. MANN. J.; SMUTS, B.. . "The hydrodynamics of dolphin drafting". Animal Behaviour 55: 1097. DOI:10.1006/anbe.1997.0637.