Abu Sulayman al-Sijistani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Abu Sulayman Muhammad Sijistani,(em persa: ابوسلیمان سجستانی) também chamado al-Mantiqi (o Lógico), (c. 932 - c. 1000 E.C.), batizado com o nome de suas origens no Sijistão ou na província Sistão, no Irã dos dias atuais, tornou-se o filósofo líder do humanismo islâmico na Bagdá de seu tempo.

Profundamente religioso, ele considerava tanto a religião como a filosofia como válidas e verdadeiras; mas separadas, preocupadas com questões diferentes e avançando por meios diferentes. Ele, desta forma, rejeitava as reivindicações dos teólogos mutakallimiin terem construído uma teologia "provada" pela racionalidade, e as dos Confrades da Pureza para oferecer uma síntese da filosofia e religião.

Seu trabalho mais conhecido é Siwan al-hikma (Vaso de sabedoria), uma história da filosofia do começo de seu próprio tempo.

Referências[editar | editar código-fonte]

Leitura aprofundada[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia / um filósofo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.