Abutre-de-capuz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAbutre-de-capuz
Necrosyrtes monachus.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Accipitriformes
Família: Accipitridae
Género: Necrosyrtes
Gloger, 1841
Espécie: N. monachus
Nome binomial
Necrosyrtes monachus
Temminck, 1823

O abutre-de-capuz (Necrosyrtes monachus) é um abutre do Velho Mundo da ordem dos Acipitriformes, que também inclui as águias, gaviões, milhafres e falcões. É o único membro do género Necrosyrtes.

Faz um ninho de gravetos em árvores, frequentemente palmeiras, em grande parte da África subsariana, pondo apenas um ovo. Juntam-se em colónias flexíveis. A população é essencialmente residente.

Tal como os outros abutres, é necrófilo, alimentando-se principalmente de carcaças de animais mortos e lixo, que localiza sobrevoando as savanas e as vizinhanças das habitações humanas, incluindo lixeiras e depósitos de restos de matadouros. Desloca-se frequentemente em bandos e é muito abundante. Nas suas áreas de distribuição, é quase sempre possível ver vários pairando no céu a qualquer hora do dia.

Este abutre não demonstra qualquer medo dos humanos, concentrando-se com frequência em volta de locais habitados. É um abutre típico, com a cabeça cor de rosa e sem penas, e um "capuz" acinzentado. A plumagem do corpo é de cor castanha escura e homogénea. Possui umas grandes asas adequadas para planar, e uma cauda curta. É uma espécie pequena, comparada com a maioria dos abutres.

Quando são perturbados nos seus ninhos, emitem um grito agudo.

Referências[editar | editar código-fonte]