Acácio (procônsul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Acácio
Nacionalidade Império Bizantino
Ocupação General
Principais trabalhos
Título

Acácio (em grego: Ἀκάκιος) foi um procônsul bizantino da Primeira Armênia, c. 536-539, no reinado de Justiniano (r. 527-565). A principal fonte sobre ele é Procópio de Cesareia.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Procópio considera Acácio e seu filho Adólio, silenciário e comandante militar, como nativos da Armênia romana.[2] Acácio é mencionado pela primeira vez quando trouxe quatro acusações de traições contra seu amigo Amazaspes Mamicônio, o comandante do território armênio que, segundo a narrativa de Procópio, estaria abusando dos armênios e pretendia dar aos sassânidas Teodosiópolis e algumas outras fortalezas. Após saber disso, o imperador solicitou que Acácio matasse Amazaspes e,[1] como recompensa, acabou recebendo o comando sobre os armênios.[3]

Em 18 de março de 536, uma lei de Justiniano reformou a administração da Armênia romana. Acácio já era governador da Armênia Interior/Armênia Magna; seu título provavelmente era de consular da Armênia Magna. A reorganização nomeou-o governador da nova província da Primeira Armênia e deu a ele o título de procônsul. Outros documentos legais de 536, mencionam Acácio, sendo ele chamado, em latim, como procônsul da Armênia Prima (proconsul Armeniae Primae) e, em grego, como antípato da Armênia (em grego: ἀνθύπατος ΄Αρμενίας). Um destes documentos legais esclarece que as mulheres da Armênia compartilhara os mesmos direitos de herança como o resto das mulheres bizantinas.[1]

Acácio provou-se altamente impopular com a população de sua província, ganhando uma reputação de crueldade e ganância. Foi assassinado em 538/539, havendo, na narrativa de Procópio, duas versões: a primeira reforça que o assassinato foi arquitetado por um grupo de armênios que depois fugiram para Farângio (atual İspir);[3] a segunda afirma que Acácio foi assassinado por Artabanes.[1]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, John Robert; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, J.. The Prosopography of the Later Roman Empire: Volume III: A.D. 527–641. Cambridge: Cambridge University Press, 1992. vol. 3. ISBN 978-0-521-20160-5.
  • Procópio de Cesareia. História das guerras. [S.l.: s.n.], século VI.