Acaiacá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCedro-cetim
Cedro-rosa no Parque da Aclimação

Cedro-rosa no Parque da Aclimação
Estado de conservação
Status iucn3.1 EN pt.svg
Em perigo
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Sapindales
Família: Meliaceae
Género: Cedrela
Nome binomial
Cedrela fissilis
Vell.
Sinónimos
Cedrela barbata D.C.

C. brasiliensis A. Juss.
C. hirsuta D.C., Ducke
C. longiflora D.C.
C. macrocarpa Ducke
C. regnelli D.C.
C. glaziovii
C. tubiflora Bert.
Surenus fissilis (Vell.) O. Kunt

O cedro-cetim, cedro-rosa, cedro-missioneiro ou acaiacá[1] (Cedrela fissilis Vell., entre outros nomes científicos[2]) é uma árvore nativa do Brasil, da família das meliáceas.

Características[editar | editar código-fonte]

Árvores que podem atingir os 30 m de altura; folhas compostas, 25 a 120 cm, pecíolo densamente tomentoso a curto pubescente; folíolos de 12 a 18 pares, opostos a subopostos, sésseis a curto-pecioluilados pardo escuros quando secos, oblongos a oblongo-lanceolados até oval-lanceolados.

Ocorrência[editar | editar código-fonte]

Ocorre desde o Panamá e Costa Rica até a Argentina; no Brasil está presente na maioria dos estados, em solos profundos e úmidos, porém bem drenados. Está ameaçado de extinção por exploração excessiva.[1]

O plantio do cedro, em função da qualidade da madeira, está sendo tentado, como o de outras meliáceas; muitos plantios adensados foram prejudicados pelo ataque da Hypsipyla grandella Zeller. Esta lagarta de mariposa ataca também plantios adensados de outras meliáceas como mogno (Swetenia macrophila) e de andiroba (Carapa guianensis). Recomenda-se o plantio com grande espaçamento com alternância de outras espécie para evitar a broca-do-cedro. É uma espécie emergente em floresta de "clímax", iniciando seu crescimento na vegetação secundária.[2]

Utilização[editar | editar código-fonte]

O Cedro-Rosa é utilizado em construções civis, decoração, mobiliário, embalagens, chapas condensadas, instrumentos musicais ou parte deles, molduras para quadros, caixa de cachimbo. Também é utilizada na medicina, no combate a febre, feridas e úlceras. É utilizada como arborização de praças públicas, parques e jardins e também tendo a finalidade de recuperar ecossistemas degradados.[3]

Outros nomes vulgares[editar | editar código-fonte]

A planta é também designada como:

  • acaiacá,
  • acaiacatinga,
  • acajá-catinga,
  • acajatinga,
  • acaju,
  • acaju-caatinga,
  • acaju-catinga,
  • capiúva,
  • cedrinho,
  • cedro,
  • cedro-amarelo,
  • cedro-batata,
  • cedro-branco,
  • cedro-fofo,
  • cedro-da-bahia,
  • cedro-da-várzea,
  • cedro-de-carangola,
  • cedro-do-campo,
  • cedro-do-rio,
  • cedro-do-rio-de-janeiro,
  • cedro-cetim,
  • cedro-diamantina,
  • cedro-rosa,
  • cedro-rosado,
  • cedro-roxo,
  • cedro-verdadeiro,
  • cedro-vermelho,
  • iacaiacá.

Referências

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Sapindales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.