Accelerated Graphics Port

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
placa aceleradora gráfica tipo AGP, NVidia GeForceFX 5500 8X

A Accelerated Graphics Port (Porta Gráfica Acelerada) (AGP, muitas vezes também chamada Advanced Graphics Port (Porta Gráfica Avançada)) é um barramento de computador (computer bus) ponto-a-ponto de alta velocidade, padrão para conectar uma placa aceleradora gráfica, que tem a função de acelerar o processamento de imagens 3D (terceira dimensão).

A AGP aloca dinamicamente a memória RAM do sistema para armazenar a imagem da tela e para suportar o mapeamento de textura, z-buffering e alpha blending.

O barramento AGP foi criado pela Intel, e esta empresa montou originalmente o AGP em um chipset para seu microprocessador Pentium II em 1997. As placas AGP normalmente excedem um pouco as placas PCI em tamanho. O AGP se tornou comum em sistemas mainstream em 1998.

A primeira versão do AGP, agora chamada AGP 1x, usa um barramento de 32-bits operando a 66 MHz. Isto resulta em uma máxima tranferência de dados para um slot AGP 1x de 266 MB/s. Em comparação, um barramento PCI de 32-bits a 33MHz padrão (o qual pode ser composto de um ou mais slots) consegue no máximo 133 MB/s.

A partir de 2003, novas versões do AGP incrementam a taxa de transferência dramaticamente de dois a oito vezes. Versões disponíveis incluem AGP 2x, AGP 4x, e AGP 8x. Em adição, existem placas AGP Pro de vários tipos. Elas requerem usualmente maior voltagem e algumas ocupam o espaço de duas placas em um computador (ainda que elas se conectam a apenas um slot AGP).

placa aceleradora gráfica tipo AGP, nVidia NV43 AGP (Geforce 6600GT)

O AGP permite o uso eficiente da memória de frame buffer, ajudando assim também a performance dos gráficos 2D. De fato, muitos sistemas RAID para servidores "headless" (isto é, faltando um display conectado) se conectam no slot AGP vazio para pegar a vantagem de seu alto throughput em oposição ao PCI.

AGP provê um desenho da gerência de memória coerente, o qual permite ler dados dispersos da memória do sistema em rajadas. AGP reduz o custo geral de criar subsistemas gráficos de última geração usando a memória do sistema existente. Porém, a memória genérica do sistema, mesmo sendo barata, é muito mais lenta que a memória integrada na aceleradora gráfica, e tanto as aceleradoras gráficas de baixo custo como as de alto custo, tem sua alta performance dependente das memórias. Aceleradoras gráficas simples com pouca memória integrada foram beneficiadas pelo barramento AGP desde o começo dessa tecnologia, mas com a queda dos preços das memórias desde 2000, mesmo simples aceleradoras gráficas contam com grande quantidade de memória integrada, e por esse motivo gráficos 3D pouco usam da memória do sistema.

O uso do barramento AGP foi descontinuado em 2005, desde que a Intel indicou que seus futuros chipsets (com sua introdução agendada em conjunto com o lançamento de seus CPU´s de núcleo "Tejas") irão substituir o slot AGP pelo PCI Express. O futuro GPU NV40, da Nvidia, não trará suporte nativo ao barramento AGP, assim como com o futuro GPU R520 da archi-rival ATI, será necessário um circuito adicional par o uso destes em AGP.

AGP 8X[editar | editar código-fonte]

O AGP 8X é uma versão recente do barramento AGP, que apesar de manter a freqüência de operação de 66 Mhz passou a ser capaz de realizar 8 transferências por ciclo, atingindo uma taxa de 2133 MB/s. Tem uma característica especial que é a utilização da memória RAM compartilhada como memória de vídeo.Imagem: [1]

Ícone de esboço Este artigo sobre hardware é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.