Expansão acelerada do universo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A expansão acelerada do universo, ou simplesmente às vezes referida como condição de universo acelerado, é a observação que o universo está se expandindo a uma taxa acelerada. Em 1998, observações de supernovas tipo Ia sugeriram que a expansão do universo está em velocidade crescente[1] [2] , ou seja, o universo está se expandindo cada vez mais rapidamente, e não mais lentamente (devido à atração gravitacional), como se pensava até então.

O Prêmio Shaw de Astronomia 2006 e o Nobel de Física 2011 foram concedidos a Saul Perlmutter, Brian Schmidt e Adam Riess, pela descoberta da expansão acelerada do universo mediante observações de supernovas distantes.[3] [4]

Referências

  1. Goldhaber, G. and Perlmutter, S, "A study of 42 type Ia supernovae and a resulting measurement of Omega(M) and Omega(Lambda)", Physics Reports-Review section of Physics Letters 307 (1-4): 325-331 Dec. 1998
  2. Garnavich PM, Kirshner RP, Challis P, et al. "Constraints on cosmological models from Hubble Space Telescope observations of high-z supernovae" Astrophysical Journal 493 (2): L53+ Part 2 Feb. 1 1998
  3. "Nobel physics prize honours accelerating Universe find", BBC News, 4 de outubro de 2011.
  4. http://www.nobelprize.org/nobel_prizes/physics/laureates/2011

Ver também[editar | editar código-fonte]