Acidente da Base Aérea do Thule B-52 de 1968

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Acidente da Base Aérea do Thule B-52 de 1968
Boeing B-52G similar ao avião destruído
Sumário
Data 21 de janeiro de 1968
Local 12, 1 km a oeste da Base aérea de Thule
Origem Base aérea de Plattsburgh, Nova Iorque
Destino Base aérea de Plattsburgh, Nova Iorque
Tripulantes 7
Mortos 1
Feridos 6
Sobreviventes 6
Aeronave
Modelo Estados Unidos B-52G Stratofortress
Operador Roundel of the USAF.svg Força Aérea dos Estados Unidos
Prefixo 58-0188

O Acidente da Base Aérea do Thule B-52 de 1968, foi um acidente ocorrido no dia 21 de janeiro de 1968, envolvendo um B-52 Stratofortress da Força Aérea dos Estados Unidos. Nessa data, a aeronave caiu no gelo a alguns quilômetros de Thule e os investigadores só conseguiram recuperar três das quatro bombas nucleares.[1]

Segundo documentos que eram confidenciais, obtidos graças à 'Freedom of Information Act' (lei americana que permite que as agências federais revelem seus documentos), os americanos nunca conseguiram localizar a bomba, apesar das buscas realizadas perto da base aérea de Thule, onde em 1968 um caça estratégico B-52 caiu com quatro bombas nucleares a bordo.[2] [3]

A base de Thule, a mais setentrional da Força Aérea dos Estados Unidos e de grande importância estratégica, foi construída em plena guerra fria, no início dos anos 50. Era um elo importante na cadeia de radares do Norad (sistema de vigilância do espaço aéreo americano), previsto para detectar qualquer lançamento de mísseis soviéticos.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um acidente aéreo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.