Acordos de Houston

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Este artigo é parte da série:
Conflito do Saara Ocidental
Flags of Morocco and the SADR over Western Sahara map.png
Saara Ocidental

Antecedentes históricos
Regiões disputadas
Política
Rebeliões
Envolvimento da ONU

 v  e 

Os Acordos de Houston são o resultado das negociações entre a Frente Polisário e o Marrocos sobre a organização de um referendo sobre a independência so Saara Ocidental.[1] As negociações foram conduzidas em Houston, Estados Unidos, com o representante da ONU James Baker, no ano de 1991. O acordo previa um referendo em 1998, após ter sido recusado que ocorresse em 1992, como originalmente foi previsto. porém, o acordo nunca produziu resultados concretos, sendo postergado várias vezes pelo Marrocos.[1]

A partir de 2000, as negociações sobre o futuro do Saara Ocidental voltaram a ser feitas pelos Planos Baker. Enquanto o Plano Baker I foi aceito inicialmente pelo Marrocos, mas foi rejeitado pela Frente Polisário, em 2001, no ano de 2003, o Plano Baker II foi rejeitado pelo Marrocos, mas aceito pela Frente Polisário.[2]

Referências

  1. a b Paco Azanza. Uma exigência irrecusável: O Saara para os saarauís Vermelho. Página visitada em 25 de fevereiro de 2011.
  2. Frente Polisário volta a afimar que Plano Baker é única solução UOL Notícias (12 de setembro de 2004). Página visitada em 25 de fevereiro de 2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre o Saara Ocidental é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.