Ada Adler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ada Adler

Ada Sara Adler (Frederiksberg, 18 de Fevereiro de 1878; Copenhague, 28 de dezembro de 1946) foi uma filóloga e bibliotecária dinamarquesa.

Vida[editar | editar código-fonte]

A família de Ada Adler era de origem judaica[1] . Seus pais chamavam-se Bertel David Adler (1851–1926) e Elise Johanne Fraenckel (1852–1938)[2] . Sua tia Ellen Adler foi casada com o médico Christian Bohr, que descobriu o efeito de Bohr, e cujo filho foi Niels Bohr, prêmio Nobel de física em 1922[3] .

O nome de Adler consta entre os mais importantes na filologia dinamarquesa, junto a Hans Henning Ræder (1869-1959), Johan Ludvig Heiberg (filólogo) (1854–1929), William Norvin e Anders Bjørn Drachmann (1860–1935). Ela foi uma das primeiras mulheres a escrever artigos para a famosa enciclopédia alemã Realencyclopädie der classischen Altertumswissenschaft (ou simplesmente Enciclopédia real "Pauly–Wissowa")[4] .

Adler é conhecida mundialmente por sua edição do Suda, publicada em 5 volumes[5] . Tal livro é tido como modelo para as traduções modernas[6] . A numeração que Adler estabeleceu na sua edição do Suda, conhecida como numeração de Adler, é hoje a numeração padrão para citação da obra entre os acadêmicos nas Universidades[7] .

Referências

  1. [1] "Biografia oficial no Dansk Kvindebiografisk Leksikon", por Adda Hilden. (em dinamarquês)
  2. [2] "Biografia oficial no Dansk Kvindebiografisk Leksikon", por Adda Hilden. (em dinamarquês)
  3. [3] "Biografia oficial de Niels Bohr", no site da Fundação Nobel. (em inglês)
  4. [4] Enciclopédia digitalizada no Wikimedia Commons (Paulys Realencyclopädie der classischen Altertumswissenschaft). (em alemão)
  5. Ada Adler (edit.), Suidae Lexicon (5 Volumes). Leipzig: B.G. Teubner, 1928-1938.
  6. [5] "Suda online", tradução que utilizou edição de Ada Adler. (em inglês)
  7. [6] "Suda online", tradução que utilizou edição de Ada Adler. (em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]