Adam Birch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joey Mercury
Nome(s)
no ringue
Joey Matthews
Joey Mercury
Joseph Mercury[1]
Altura 1,75 m[1]
Peso 85 kg
Nascimento 18 de julho de 1979[1]
Fairfax, Virginia[1]
Treinado por Jimmy Cicero
OVW staff
Estreia 12 de outubro de 1996[1]

Adam Birch[1] (18 de julho de 1979)[1] é um lutador de wrestling profissional estadunidense. Atualmente está trabalhando para a WWE, como um treinador no território de desenvolvimento, Florida Championship Wrestling (FCW). Birch também é conhecido por ter trabalhado por diversos anos no circuito independente com o nome de Joey Matthews.

Em 2004, Birch assinou um contrato com a WWE e foi adicionado ao seu território de desenvolvimento, Ohio Valley Wrestling (OVW). Ele foi colocado à competição de tag-teams, onde foi parceiro de Johnny Nitro, vencendo o OVW Southern Tag Team Championship. Foi nessa época que Birch juntamente de Nitro e sua manager, Melina passaram a ser conhecidos como o grupo denominado MNM.

O grupo foi chamado até o SmackDown, fazendo sua estréia no dia 14 de abril de 2005. Não demorou muito para Birch e Nitro vencerem por algumas vezes o WWE Tag-Team Champioship. Depois de seu terceiro e último reinado terminado em maio de 2006, Nitro e Melina atacaram Birch, terminando então sua facção. No entanto, em novembro de 2006, a equipe se reuniu por um breve período, antes do fim do contrato de Birch, em março de 2007. Recebeu também o título de tag-team do ano pela revista Pro Wrestling Illustrated, em 2005.

Após sua passagem pela WWE, Birch continuou sua carreira no wrestling, aparecendo em várias promoções independentes, como a Ring of Honor. Em março de 2008, voltou a OVW, onde ganhou o OVW Television Championship. Em outubro de 2008, Birch anunciou sua aposentadoria do wrestling profissional, na sequência de uma lesão que sofreu. Sobre sua vida pessoal, Birch admitiu que usou drogas pela primeira vez com 15 anos de idade. Como resultado disto, ele teve overdoses inúmeras vezes. Birch falhou na Wellness Policy, o teste de drogas da empresa, resultando rapidamente em uma reabilitação de drogas. Desde então, ele disse que tem batido seus problemas com as drogas.

Início da carreira (1996-2001)[editar | editar código-fonte]

Depois de ser treinado por seu colega lutador Jimmy Cicero, Birch estreou em outubro de 1996 sob o nome de Joey Matthews. Em 1997, cerca de um ano após sua estréia, Matthews começou a competir para a companhia Mid-Eastern Wrestling Federation (MEWF), onde ele ganhou o MEWF Tag Team Championship com Christian York. Matthews derrotou York em 8 de maio de 1998, para recuperar o Southern Championship Wrestling Junior Heavyweight Championship em Wendell, Carolina do Norte. Matthews e York, logo se juntaram novamente, ganhando o Steel City Wrestling Tag Team Championship em 20 de dezembro de 1998. Menos de um mês depois, Matthews derrotou York para ganhar o Independent Professional Wrestling Alliance Light Heavyweight Championship em 9 de janeiro de 1999.

Ele também foi membro da organização de Carolina do Norte, Organization of Modern Extreme Grappling Arts (OMEGA), dirigida por Matt e Jeff Hardy, onde derrotou York para ganhar o OMEGA Light Heavyweight Championship em 29 de janeiro de 1999. Ele assinou um breve contrato com a World Championship Wrestling em 1999. Alguns meses mais tarde, enquanto competia em lutas simples na Maryland Championship Wrestling (MCW), ele mais uma vez derrotou York para ganhar o MCW Cruiserweight Championship, em 21 de maio. Matthews e York se juntaram novamente, e, às vezes usando o nome Bad Street Boys para a tag-team, vencendo os títulos por vários lugares, incluindo o Atlantic Terror Championship Wrestling Tag Team Championship em 15 de janeiro de 2000 e a MCW Tag Team Championship em 17 de maio de 2000.

No final de 2000, juntaram-se a Extreme Championship Wrestling (ECW), perdendo para Danny Doring e Roadkill no Anarchy Rulz. Em seguida, começaram uma rivalidade com Simon Diamond e Johnny Swinger, que perderam em November to Remember, mas derrotaram no Massacre on 34th Street. Eles competiram na ECW até a companhia ser encerrada em janeiro de 2001, onde estavam no ppv final da empresa, o Guilty as Charged, onde perderam para Jerry Lynn e Cyrus. Após o encerramento da ECW, eles retornaram ao circuito independente, onde em 3 de fevereiro de 2001, os Bad Street Boys derrotaram Rick Michaels e David Young para se tornarem os NWA World Tag Team Champions, título que ficou com eles por duas semanas. Eles ganharam o MCW Tag Team Championship pela segunda vez em 3 de novembro ao derrotar Pearl Earl e Rich Myers, ganhando o Virginia Championship Wrestling Tag Team Championship em 1 de dezembro de 2001.

World Wrestling Entertainment (2004-2007)[editar | editar código-fonte]

Matthews lutou em dark matches, inclusive participou de uma 22-man Gauntlet for the Gold pelo NWA-TNA X-Division Champioship, junto de lutadores como AJ Styles, Kazarian, Amazing Red e Petey Williams antes de fechar um acordo de desenvolvimento pela WWE em 2004 na Ohio Valley Wrestling (OVW), se mudando para Louisville, Kentucky. Lá, ele formou uma dupla com Johnny Nitro, que junto de sua manager, Melina, foram conhecidos como "MNM". MNM lutou na OVW por cerca de um ano, ganhando o OVW Southern Tag Team Championship uma vez, antes de serem convocados para a principal brand, a SmackDown!, onde Matthews ganhou o nome de Joey Mercury.

Em sua primeira luta para a brand, em abril de 2005, eles ganharam o WWE Tag Team Championship de Rey Mysterio e Eddie Guerrero. Eles mantiveram os títulos por três meses, tendo sucesso em defender os títulos contra as equipes de Mysterio e Guerrero e Hardcore Holly e Charlie Haas, antes de perder-los para a nova Legion of Doom no The Great American Bash em julho de 2005. Eles recuperaram os títulos em uma four-way match, derrotando os Mexicools, William Regal e Paul Burchill e LOD, mas perdeu-os a Mysterio e Batista dias antes do pay-per-view Armageddon, em dezembro. Devido a ajuda de Mark Henry, que derrotou Mysterio e Batista em uma rematch no dia 30 de dezembro para ganhar o campeonato pela terceira vez.

Eles começaram uma rivalidade com a equipe de Paul London e Brian Kendrick, que durou mais de três meses, até chegar o dia do pay-per-view Judgment Day, em 21 de maio de 2006, onde MNM perdeu o título de tag team para London e Kendrick. Nitro e Melina de repente atacaram Mercury, quebrando o grupo. Mais tarde naquela noite foram despedidos do SmackDown! para facilitar sua passagem para a RAW, onde reapareceram na semana seguinte. A razão legítima para a divisão repentina da equipe foi mais tarde revelada, por Mercury ter falhado no teste de drogas, WWE Wellness Policy e serem obrigados a cumprir uma suspensão de 30 dias.

Mercury ficou fora da WWE por seis meses. Durante esse tempo, ele passou por uma reabilitação de drogas em College Park, Geórgia, que tem um contrato exclusivo com a WWE. Posteriormente, ele foi enviado de volta à OVW. Mercury fez um retorno surpresa no dia 27 de novembro de 2006 em um episódio da Raw, juntando temporariamente o MNM para enfrentar os Hardys (Matt e Jeff), no ECW December to Dismember.

Os Hardys ganharam a luta, mas a feud continuou entre a Raw, ECW e SmackDown! e em uma fatal-four way ladder match no Armageddon, envolvendo também London e Kendrick e Dave Taylor e William Regal. Mercury sofreu uma lesão sério quando ele foi atingido no rosto com uma escada, quebrando seu nariz. Ele saiu imediatamente da partida e foi levado às pressas para um pronto-socorro, onde recebeu cinco pontos no interior do nariz e quinze no exterior. Como resultado, Nitro continuou a luta sozinho.

Depois de algumas semanas, Mercury voltou usando uma máscara de proteção para seu ferimento, usando o ferimento como desculpa para ele e Nitro tentarem ferir o Hardys de várias formas a procura de vingança. MNM perderam para os Hardys no Royal Rumble, e novamente no pay-per-view No Way Out, em fevereiro, que concluiu a feud. Ele também lutou em singles no SmackDown!, até o fim de seu contrato na WWE em 26 de março de 2007. Ele se tornou viciado em analgésicos, devido a lesão facial que sofreu no Armageddon em dezembro de 2006, causando assim sua demissão.

Retorno para o circuito independente e Ring of Honor (2007-2008)[editar | editar código-fonte]

A primeira aparição de Matthews após a sua saída da WWE foi em 21 de abril para o Northeast Wrestling, quando ele e Romeo Roselli derrotoram Vik Dalishus e Hale Collins. Ele passou a fazer aparições em MCW, Independent Wrestling Association Mid-South, e na New York Connection Wrestling, competindo contra lutadores como Alex Shelley, Tyler Black, e Brother Runt. Matthews lutou na All American Wrestling (AAW), em julho de 2007, onde perdeu para Eric Priest. Ele fez outra aparição em 29 de setembro, reunindo-se com Christian York, perdendo para The Motor City Machine Guns (Chris Sabin e Alex Shelley).

Em setembro de 2007, Matthews começou a trabalhar para a OVW como treinador para a classe intermediária. Ele também competiu em dark matches. No pay-per-view TNA Bound for Glory em outubro de 2007, ele competiu em um dark match, onde fez equipe com Johnny Swinger, perdendo para os Motor City Machineguns. No restante do ano, Matthews trabalhou para companhias independentes, como a Pro Wrestling Unplugged e a United Wrestling Federation.

Em 25 de janeiro de 2008, Matthews voltou a ROH como o mais novo membro da The Age of the Fall (AotF), sendo parceiro de Jimmy Jacobs, perdendo para Roderick Strong e Rocky Romero. Na noite seguinte, Matthews perdeu para Mark Briscoe. Matthews foi utilizado em tag team como um membro da AotF, fazendo parceria com companheiros da facção, Tyler Black e Necro Butcher. Durante este tempo, ele continuou a trabalhar para outras companhias, e em 12 de março, em uma gravação da OVW, ele derrotou Jamin Olivencia para ganhar o OVW Television Championship. Depois de defender o títulos por algumas vezes contra Olivencia, ele perdeu o título para Tommy McNailer um mês depois, em 16 de abril. Ele continuou a lutar pela ROH até a Battle For Supremacy em junho, quando ele e Jimmy Jacobs perderam para Kevin Steen e El Generico, que foi sua última luta na ROH.

Ele continuou a lutar para a OVW, também fazendo aparições para outras promoções. Em outubro de 2008, Matthews anunciou sua aposentadoria do wrestling profissional, devido a uma lesão.

Retorno para a World Wrestling Entertainment (2010)[editar | editar código-fonte]

Em 2010, Birch saiu de sua aposentadoria e retornou para a WWE nas gravações do SmackDown do dia 20 de abril, perdendo para Shelton Benjamin em uma dark match. Birch apareceu com um novo visual, desta vez com a cabeça raspada. Atualmente é membro dos Straight Edge Society. Ele foi desvendado quando lutava contra Big Show, mas acabou por perder.

No Summerslam ele lutou junto da Straight Edge Society contra Big Show em uma 3 on 1 handicap match, onde perdeu. No SmackDown! seguinte ele se lesionou sem data de volta.

Atualmente foi movido para FCW onde atua como treinador.

No wrestling[editar | editar código-fonte]

  • Finishing moves
  • Signature moves
  • Signature moves
  • Double Rebel Yelp (Frankensteiner - Matthews seguido de um diving elbow drop -York)
  • Full Effect (Double facebreaker)
  • Future Shock (Double powerbomb)
  • Managers
  • Músicas de entrada

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

  • AWC Light Heavyweight Championship (1 vez)
  • IPWA Light Heavyweight Championship (2 vezes)
  • MCW Cruiserweight Championship (1 vez)
  • MCW Heavyweight Championship (1 vez)
  • MCW Rage Television Championship (1 vez)
  • MCW Tag Team Championship (2 vezes) – com Christian York
  • Shane Shamrock Memorial Cup (2001)
  • MEWF Tag Team Championship (1 vez) – com Christian York
  • NWA Light Heavyweight Championship (1 vez)
  • NWA World Tag Team Championship (1 vez) – com Christian York
  • OMEGA Light Heavyweight Championship (2 vezes)
  • OVW Southern Tag Team Championship (1 vez) – com Johnny Nitro
  • OVW Television Championship (1 vez)
  • 3PW Heavyweight Championship (1 vez)
  • SCW Junior Heavyweight Championship (3 vezes)
  • SCW Tag Team Championship (1 vez) – com Christian York
  • VCW Tag Team Championship (1 vez) – com Christian York

Referências

  1. a b c d e f g Joey Matthews profile Online World Of Wrestling. Visitado em 2008-03-20.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]