Associação Desportiva Atlética do Paraná

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Adap)
Ir para: navegação, pesquisa
ADAP
Associação Desportiva Atlética do Paraná.png
Nome Associação Desportiva Atlética do Paraná
Fundação 5 de junho de 1999
Extinção 2006
Estádio Roberto Brzezinski
Capacidade 3.948 pessoas
Localização Paraná Campo Mourão, PR, Brasil


Kit left arm.png Kit body redhorizontal.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular

A Associação Desportiva Atlética do Paraná, mais conhecido pela sigla ADAP, foi um clube paranaense de futebol da cidade de Campo Mourão, fundado em 5 de junho de 1999. Fundiu-se em 2006 com o Galo Maringá, passando a jogar na cidade de Maringá.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Na década de 1970, os irmãos Adilson e Avanilton Batista Prado participaram da estrutura de formação de futebol da Associação Portuguesinha Jacarezinhense, na cidade de Jacarezinho. Por causa dos estudos, eles deixaram a cidade, mas retornaram nos anos 90. Atuando na área da construção civil, os irmãos ergueram a sede da Associação Desportiva Atlética do Paraná, em junho de 1999.

Foi o primeiro passo dos irmãos para retomar o projeto que havia ficado para trás na Portuguesinha de Jacarezinho. Assim, a ADAP iniciou suas atividades esportivas na cidade de Jacarezinho, onde permaneceu até dezembro de 2001.

Em janeiro de 2002, o empresário Jair Piassentini, de Maringá, convidou os irmãos Adilson e Avanilton para conhecerem o antigo CFZ (uma franquia do Centro de Futebol Zico), que alguns empresários de Campo Mourão adquiriram, e que levou à construção de um complexo esportivo com estrutura privilegiada, mas que na época estava desativada, pois a franquia não prosperou.

Nesta ocasião, o prefeito de Campo Mourão, Sr. Tauilio Tezelli, incentivou os dois irmãos a transferirem suas atividades esportivas para o município de Campo Mourão.

Assim, a ADAP pôs os pés no profissionalismo, como integrante da Série A-2 do Campeonato Paranaense. Já no primeiro ano, a equipe foi vice-campeã do Campeonato Estadual e conseguiu classificação para a Série A-1 do Paranaense.

Mas foi graças à desistência de outra equipe em disputar o Campeonato Paranaense que o clube tornou-se conhecido. Em dezembro de 2002, o Ministério Público exigiu reformas para a liberação do estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa. Sem recursos para fazê-las, o Ponta Grossa aceitou uma proposta da ADAP para que os mourãoenses administrassem o clube na Série Ouro de 2003. Assim, o clube participou do Paranaense, jogando em sua cidade, mas associado ao nome do desistente: ADAP- Ponta Grossa.

O lugar do Ponta Grossa na primeira divisão foi mantido, já que a ADAP foi a 13ª colocada entre 16 clubes.

Também em 2003, o time de Campo Mourão se inscreveu em outros dois torneios: no de classificação para a Série C, a terceira divisão do Campeonato Brasileiro, e na Série A-1 do Paranaense, através do Ranking conquistado no Campeonato da Série A2 - no entanto, só como ADAP.

Com a ótima participação na Série A-1 do Paranaense de 2003, a ADAP conquistou classificação para participar da Série Ouro 2004, sem nada mais vinculado à equipe de Ponta Grossa. Nesta competição, conquistou a 4ª colocação geral da Primeira Divisão de 2004. A ADAP lutou em campo, conseguiu seu espaço na principal divisão do futebol do Paraná e tem orgulho de ser 100% Campo Mourão.

Em 2006, a ADAP alcançou um resultado histórico, ao chegar ao vice-campeonato, perdendo do Paraná Clube na final. Isso após eliminar Coritiba e Atlético-PR nas fases anteriores em jogos diretos.

Fusão[editar | editar código-fonte]

No final de 2006, a ADAP e o Galo Maringá, uniram se para se formar o Adap Galo Maringá Football Club.

Referências

  1. (outubro 2003) Paraná. Placar (1263-A): 58 pp.. São Paulo: Abril. ISSN 0104-1762. OCLC 6457030.