Adaptive Software Development

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Adaptive Software Development (ASD)[1] , em português: Desenvolvimento de Software Adaptativo[2] ou Desenvolvimento adaptável de software[3] é uma técnica para o desenvolvimento de softwares complexos, proposta por Jim Highsmith.

O apoio filosófico do ASD concentra-se na colaboração humana e na auto-organização.

A auto-organização aparece quando agentes individuais independentes cooperam para criar resultados emergentes. Um resultado emergente é uma propriedade além da capacidade de qualquer agente individual.[4]

Características[editar | editar código-fonte]

Características do ASD[5] :

  • Iterativo e incremental
  • Sistemas grandes e complexos
  • Arcabouço para evitar o caos
  • Cliente sempre presente
  • Desenvolvimento de aplicações em conjunto (Joint Application development – JAD)

Propriedades[editar | editar código-fonte]

ASD é caracterizado por seis propriedades:[3] [5]

Orientado a missões (Mission Driven)[editar | editar código-fonte]

Para cada iteração do ciclo de desenvolvimento justifica-se através de uma missão, que pode mudar ao longo do projeto.

Baseado em componentes (Component-Based)[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento orientado a componentes, desenvolvendo o software em pequenas partes.

Iterativo (Iterative)[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento de pequenos ciclos (iterações), com o objetivo de resultar em uma implementação satisfatória para cada missão definida por iteração. O ASD possui foco em refazer do que fazer corretamente já na primeira vez.

Prazos pré-fixados (Time Boxed)[editar | editar código-fonte]

Fixação de prazos para evitar ambigüidade em projetos, com prazos tangíveis forçando com que a equipe defina severamete decisões do projeto logo cedo

Tolerância a mudanças (Change-Tolerant)[editar | editar código-fonte]

Característico do método:

  • As mudanças são freqüentes.
  • É sempre melhor estar pronto a adaptá-las do que controlá-las.
  • Constante avaliação de quais componentes podem mudar.

Orientado a riscos (Risk-Driven)[editar | editar código-fonte]

Todos itens que são considerados características de alto risco tem seu desenvolvimento priorizado.

Cargos e Responsabilidades[editar | editar código-fonte]

Este método não descreve cargos em detalhes [5] :

  • Executivo responsável (Executive Sponsor)

Participantes de uma sessão (workshop) do desenvolvimento de aplicações em conjunto (JAD).

  • Facilitador (Facilitator): Liderar e planejar as sessões.
  • Escriba (Scribe): Efetuar anotações.
  • Cliente (Customer): Sempre presente.
  • Gerente de Projetos (Project Manager)
  • Desenvolvedores (Developers)

Veja também:[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Site Oficial ASD" (em inglês). Visitado em 26/03/2015.
  2. Guia de Projeto de Sistemas com Práticas de Métodos Ágeis e Terceirização do Desenvolvimento para o SISP p. 6. 89 pp. (2 de fevereiro de 2015). Visitado em 26 de março de 2015.
  3. a b César Sanz Gutierrez; Eduardo Yukio Miyake; Fábio Henrique Pereira Lima; Nick Lazur (2009). Engenharia de Requisitos na Metodologia Ágil (pdf) 144 pp. Universidade Anhembi Murumbi. Visitado em 26 de março de 2015. "Orientadora: Dra. Judith Pavón"
  4. Pressman, Roger S. Engenharia de Software: Uma Abordagem Profissional. 7 ed. [S.l.]: McGraw-Hill Science/Engineering/Math, 2010. ISBN 9788563308337
  5. a b c dos Santos, Rogério Guaraci; Giulian Dalton Luz. Métodos Ágeis.