Adelantado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Um adiantado ou adelantado era um funcionário do Reino de Castela que tinha a máxima autoridade judicial e governativa sobre um distrito. O primeiro adelantado foi nomeado em 1253 em La Frontera (Andaluzia), e a partir de 1258 o cargo estendeu-se à Galiza, Castela, Leão e Múrcia. Na Galiza e outros territórios do norte da Península, os meirinhos maiores, que tinham poderes executivos mas não judiciais, foram substituídos pelos adelantados mas continuou-se a utilizar o nome de meirinho como sinónimo. No sul da Península só se lhes chamou adelantados e foram adquirindo mais competências militares. No início da Idade Moderna o título convertera-se em hereditário e puramente honorífico.

Durante a conquista da América por Espanha, o rei concedeu o título de adelantado aos conquistadores que empreendiam expedições com meios privados e que se convertam em representantes da Coroa no território que conquistassem. Estima-se que o genocídio promovido pelos adelantados na América Espanhola tenha superado a casa dos 3 milhões de mortos, configurando-se, pois, como um dos maiores genocídios da história.

O título correspondente em Portugal era o de Corregedor.