Adiós, Sabata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Adiós, Sabata
Indio Black, sai che ti dico: Sei un gran figlio di...
Sabata Adeus (BR)
 Itália
1971 • Cor • 104 min 
Direção Gianfranco Parolini
Produção Alberto Grimaldi
Roteiro Renato Izzo
Gianfranco Parolini
Elenco Yul Brynner
Género Faroeste
Idioma Italiano
Música Bruno Nicolai
Direção de fotografia Sandro Mancori
Figurino Claudio de Santis
Distribuição United Artists/MGM
Lançamento 1971
Cronologia
Último
Último
Sabata (1969)
È tornato Sabata... hai chiuso un'altra volta (1971)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Adiós, Sabata (It:Indio Black, sai che ti dico: Sei un gran figlio di...) é um filme italiano de 1971, do gênero faroeste.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Durante o império de Maximiliano I no México, Sabata é contratado por líder da guerrilha para roubar o carregamento de ouro do exército autríaco. Porém, quando Sabata e seus parceiros obtém a carroça, descobrem que havia apenas areia e que o ouro havia sido desviado pelo coronel Skimmel.

Exemplar de faroeste spaghetti, é o segundo de uma trilogia: Sabata e È tornato Sabata... hai chiuso un'altra volta.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Yul Brynner...... Sabata
  • Dean Reed............ Ballantine
  • Ignazio Spalla........Escudo
  • Gérard Herter.........Coronel Skimmel
  • Sal Borgese...........Septiembre
  • Franco Fantasia.......Señor Ocaño
  • Joseph P. Persaud.....Gitano
  • Andrea Scottia........José

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.