Administração do Patrimônio da Sé Apostólica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dicastério da Igreja Católica
Coat of arms Holy See.svg
Administração do Patrimônio da Sé Apostólica
 
Administratio Patrimonii Sedis Apostolicae


Ereção Canônica: 15 de agosto de 1967
Presidente: Domenico Calcagno
Secretário: Monsenhor Luigi Mistò
Emérito: Attilio Nicora
Agostino Cacciavillan
Lorenzo Antonetti
Santa Sé · Igreja Católica
Projeto Catolicismo · uso desta caixa

A Administração do Patrimônio da Sé Apostólica é um dicastério da Cúria Romana para administração do patrimônio da Santa Sé. É considerado como uma espécie de Banco Central do Vaticano, pois cuida dos seus assuntos econômicos. É administrado por um cardeal, foi projetado para administrar os bens da Santa Sé e fornecer os fundos necessários para o funcionamento da Cúria Romana.

História[editar | editar código-fonte]

Fundada pelo Papa Paulo VI em 15 de agosto de 1967, pela Constituição Apostólica Ecclesiae Regimini Universae para substituir dois gabinetes anteriores, o de Administradores da Santa Sé e da Administração Especial da Santa Sé. Em seguida, o Papa João Paulo II, com a Constituição Apostólica Pastor Bonus, de 28 de junho de 1988, emitiu novos regulamentos relativos ao funcionamento da administração[1] .

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Período Notas
Presidentes
10º Domenico Calcagno 2011 - atual
Attilio Nicora 2002 - 2011 Presidente emérito
Agostino Cacciavillan 1998 - 2002 Presidente emérito
Lorenzo Antonetti 1995 - 1998
Rosalio José Castillo Lara 1989 - 1995
Agnelo Rossi 1984 - 1989
Agostino Casaroli 1981 - 1984
Giuseppe Caprio 1979 - 1981
Jean-Marie Villot 1969 - 1979
Amleto Giovanni Cicognani 1968 - 1969

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.