Adolf Abel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adolf Abel
Nascimento 18 de outubro de 1914
Gerdt, Baerl am Rhein
Morte 26 de agosto de 1944 (29 anos)
desaparecido em ação na Frente Oriental
Nacionalidade alemão
Serviço militar
Lealdade  Alemanha
Serviço  Deutsches Heer
Tempo de serviço 1934-1944
Patente Oberstleutnant
Unidades 302ª Divisão de Infantaria
Comando Grenadier-Regiments 571/302ª Divisão de Infantaria
Batalhas/Guerras Segunda Guerra Mundial
Condecorações Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro

Adolf Wilhelm Abel (nascido em 18 de Outubro de 1914), e desapareceu na Frente Oriental, em agosto de 1944. Foi condecorado com a Cruz de Ferro em 23 de setembro de 1943.[1] [2] [3]

História[editar | editar código-fonte]

Adolf Abel entrou para o exército em 15 de junho de 1934 na 5ª Companhia do Regimento de Infantaria 2, sendo promovido para cabo no dia 1 de Outubro de 1934, estando então na 6ª Companhia do Regimento. Em 1 de Dezembro ele foi para a 12ª Companhia versetzt. Em 14 de janeiro de 1934, ele estava na Escola de guerra em Dresden, ele retorna em 1 de julho de 1935, entretanto rebatizado de Regimento de Infantaria Olsztyn 2. O regimento recebe o seu antigo nome de volta em 25 de outubro de 1935.[1]

Em 25 de outubro de 1935 foi transportado para Oberfähnrich, em 13 de fevereiro de 1936 ele estava em no regimento de Infantaria 23 sendo promovido à tenente em abril de 1936. Nos meses de fevereiro e março de 1938 ele participou de um curso para pelotão antitanque e em agosto de 1939 é nomeado como tenente na Infanterie-Panzerabwehr-Ersatz-Kompanie 206.[1]

No dia 1 de Setembro de 1939 ele foi nomeado líder da 14ª Companhia de Regimentos de Infantaria 23. Dois meses mais tarde, ele assumiu a 14ª Companhia do Regimento de Infantaria 206 e em 28 de dezembro de 1939 a 14ª Companhia do Regimento de Infantaria 364 da 161ª Divisão de Infantaria.

Após as campanhas na Polônia e na França, ele participou da Campanha na Rússia em junho de 1941 sendo ferido em 13 de agosto de 1941. Voltou para a frente e em 5 de novembro de 1941 foi ferido novamente. Em 7 de novembro de 1941 ele foi para o Regimento de Infantaria 371. Em 18 de janeiro de 1942 é promovido a capitão, tomando posse em 23 de janeiro de 1942, a liderança do Primeiro Batalhão.[1] A partir de 7 de março de 1942, ele comandou o III. Batalhão. Durante os violentos combates de defesa em torno de Kharkov Abel se distinguiu dos demais soldados.[1] Em 2 de setembro de 1943 ele foi ferido pela sexta vez. Por isto ele foi, em 23 de setembro de 1943, condecorado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro.[1] [2]

Em 13 de dezembro de 1942, ele foi condecorado com a Cruz Germânica em Ouro sendo posteriormente promovido a major em 11 de dezembro de 1943, assumindo a sua nova unidade a partir de 2 de setembro de 1943 com a liderança do Grenadier Regiment 364.[1] [2] Ele estava então na reserva orçamental é colocado na liderança do Grenadier Regiment 571 em 29 de fevereiro de 1944, porém, a 302ª Divisão de Infantaria chegou e o regimento foi dissolvido. Abel era, portanto, o líder do 570º Regimento de Granadeiros. Em 20 de junho de 1944 é promovido a tenente-coronel. Ele era comandante do regimento. Está desaparecido desde 26 de agosto de 1944.[1]

Patentes[editar | editar código-fonte]

Fahnenjunker 15 de junho de 1934
Gefreiten 1 de outubro de 1934
Fähnrich 1 de junho de 1935
Oberfähnrich 25 de outubro de 1935
Leutnant 20 de abril de 1936
Oberleutnant 26 de agosto de 1939
Hauptmann 18 de janeiro de 1942
Major 15 de fevereiro de 1943
Oberstleutnant 20 de junho de 1944

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Cruz de Ferro (1939) 2ª Classe 25 de junho de 1940[4]
Cruz de Ferro (1939) 1ª Classe 27 de outubro de 1940[4]
Distintivo de Feridos (1939) em Preto 13 de agosto de 1941[4]
Distintivo de Feridos (1939) em Prata 20 de novembro de 1942[4]
Distintivo da infantaria de assalto 30 de setembro de 1941[4]
Medalha da Frente Oriental 15 de abril de 1942[4]
Cruz Germânica em Ouro 13 de dezembro de 1942[5]
Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro 23 de setembro de 1943[6] [7]
Comandos Militares
Precedido por
Oberst Bartelt
Comandante do Grenadier-Regiment 571/302 ID[8]
29 de fevereiro de 1944 - março de 1944
Sucedido por
'
Precedido por
-
Comandante do Grenadier-Regiment 570/302 ID[9]
12 de abril de 1944 - 26 de agosto de 1944
Sucedido por
-

Referências

  1. a b c d e f g h Lexikon der Wehrmacht (em alemão) Adolf Abel. Visitado em 5 de setembro de 2010.
  2. a b c Ritterkreuztraeger 1939-1945 (em alemão) Adolf Abel. Visitado em 5 de setembro de 2010.
  3. Adolf Abel (em inglês) WW2 Awards. Visitado em 5 de setembro de 2010.
  4. a b c d e f Thomas & Wegmann 1987, p. 3
  5. Patzwall & Scherzer 2001, p. 10
  6. Fellgiebel 2000, p. 113
  7. Scherzer 2007, p. 187
  8. Grenadier-Regiment 571 (em alemão) balsi.de. Visitado em 30 de dezembro de 2013.
  9. Grenadier-Regiment 570 (em alemão) balsi.de. Visitado em 30 de dezembro de 2013.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adolf Abel


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Fellgiebel, Walther-Peer. Die Träger des Ritterkreuzes des Eisernen Kreuzes, 1939-1945: die Inhaber der höchsten Auszeichnung des Zweiten Weltkrieges aller Wehrmachtteile (em alemão). Friedburg: Podzun-Pallas, 2000. 472 pp. ISBN 3-7909-0284-5.
  • Patzwall, Klaus D; Scherzer, Veit. Das Deutsche Kreuz 1941 — 1945 Geschichte und Inhaber Band II (em alemão). Norderstedt, Alemanha: Verlag Klaus D. Patzwall, 2001. ISBN 978-3-931533-45-8.
  • Scherzer, Veit. Die Ritterkreuzträger: 1939 - 1945 ; die Inhaber des Ritterkreuzes des Eisernen Kreuzes 1939 von Herr, Luftwaffe, Kriegsmarine, Waffen-SS, Volkssturm sowie mit Deutschland verbündeter Streitkräfte nach den Unterlagen des Bundesarchivs, Volume 1 (em alemão). Jena: Scherzers Miltaer-Verlag, 2007. 846 pp. ISBN 978-3-938845-17-2.
  • Thomas, Franz; Wegmann, Günter. Die Ritterkreuzträger der Deutschen Wehrmacht 1939–1945 Teil III: Infanterie Band 1: A–Be (em alemão). Osnabrück, Alemanha: Biblio-Verlag, 1987. ISBN 978-3-7648-1153-2.