Adolfo Frederico V de Mecklemburgo-Strelitz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adolfo Frederico V
Grão-duque de Mecklemburgo-Strelitz
Adolf Friedrich V (Mecklenburg-Strelitz).jpg
Adolfo Frederico V de Mecklemburgo-Strelitz
Governo
Consorte Isabel de Anhalt
Vida
Nascimento 22 de Julho de 1848
Neustrelitz
Morte 11 de junho de 1914 (65 anos)
Berlim
Filhos Maria de Mecklemburgo-Strelitz
Juta de Mecklemburgo-Strelitz
Adolfo Frederico VI de Mecklemburgo-Strelitz
Carlos de Mecklemburgo-Strelitz
Pai Frederico Guilherme de Mecklemburgo-Strelitz
Mãe Augusta de Cambridge

Adolfo Frederico V de Mecklemburgo-Strelitz (22 de julho de 1848 - 11 de junho de 1914) foi o penúltimo soberano do estado de Mecklemburgo-Strelitz.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Adolfo Frederico Augusto Vítor Ernesto Adalberto Gustavo Guilherme Wellington de Mecklemburgo-Strelitz nasceu em Neustrelitz, sendo o único filho sobrevivente do então grão-duque hereditário Frederico Guilherme de Mecklemburgo-Strelitz e da princesa Augusta de Cambridge. Após a morte do seu avó, o grão-duque Jorge I, no dia 6 de setembro de 1860, Adolfo Frederico tornou-se herdeiro aparente do grão-ducado com o título de grão-duque hereditário. Adolfo Frederico participou na Guerra Franco-prussiana e representou o seu pai na coroação do rei Guilherme I da Prússia como imperador da Alemanha em Versailles. Sucedeu ao seu pai como grão-duque no dia 30 de Maio de 1904.[1] Era primo direito da princesa Vitória Maria de Teck, depois consorte do rei Jorge V do Reino Unido.[2]

A sua mãe, a duquesa-viúva de Mecklemburgo-Strelitz e antiga princesa britânica, Augusta de Cambridge, sentia repugnância pelas acções militares do filho. Numa carta escrita à sua sobrinha, a futura rainha Maria, disse: "Strelitz, que nunca foi um estado militar, está de repente cheio de tambores e pífaros... é uma pena, uma má imitação de Schwerin e outras cortes alemãs quando antes éramos uma corte semi-germânica civilizada!" [3]

Em 1907 Adolfo Frederico anunciou que iria dar uma constituição ao estado de Mecklemburgo-Strelitz, mas teve a oposição dos nobres. Na tentativa de avançar com a constituição, ofereceu-se para pagar $2,500,000 do orçamento nacional aos nobres e rendeiros se estes não se opusessem à mesma.[4] Em 1912 voltou a tentar o mesmo, uma vez que Mecklemburgo-Strelitz e Mecklemburgo-Schwerin eram os únicos estados europeus que não tinham uma constituição.[5]

Em janeiro de 1914, Adolfo Frederico foi considerado a segunda pessoa mais rica da Alemanha a seguir ao imperador Guilherme II com uma fortuna de $88,750,000.[6]

Adolfo Frederico morreu em Berlim e foi sucedido pelo seu filho mais velho, Adolfo Frederico VI.[6]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Adolfo Frederico casou-se no dia 17 de abril de 1877 em Dessau com a princesa Isabel de Anhalt. A sua mãe comentou sobre a sua esposa: "Ela rebola-se de felicidade no seu luxuoso 'Schloss', vestindo um vestido novo de Paris todos dias, diamantes, mesmo quando só estamos nós presentes - sim, ela gosta muito de ser grã-duquesa! Pobrezinha, ainda bem que gosta, já que eu nunca gostei."[7]

Adolfo e Isabel tiveram quatro filhos:

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adolfo Frederico V de Mecklemburgo-Strelitz