Adonias (Filho de Davi)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Adonias (na Septuaginta) é um nome hebraico (Adoniyah) ou (Adoniyahuh) que significa YHVH é meu Senhor.[1]

A Bíblia registra pelo menos três pessoas com este nome.[2]

O filho de Davi[editar | editar código-fonte]

Segundo o livro bíblico II Samuel (capítulo três, versículo quatro), Adonias era o quarto filho de Davi com Hagite. De acordo com a Bíblia, Adonias tinha dois irmãos mais velhos, Amnon e Absalão. Após a morte deles, Adonias seria o herdeiro ao trono em Jerusalém, capital do antigo Israel. Após uma intriga familiar, Davi decidiu ouvir sua esposa Bate-Seba, optando por escolher Salomão para ser seu sucessor ao trono.[3]

Morte[editar | editar código-fonte]

Sua morte foi decretada por Salomão por Adonias ter pedido para se casar com Abisag. Ele pediu para Bate-Seba fazer o pedido a Salomão, e ele recusou, dizendo que ela deveria que pedir que ele desse o reino a Adonias. Quem apoiou ele na tentativa de ser rei foi Joabe e Abiathar. A morte foi executada por Benaías, filho do Sarcedote Jeoiada.

O levita[editar | editar código-fonte]

Segundo o livro II Crônicas (capítulo dezessete, versículo oito), Adonias foi um levita, que durante o reinado de Jeosafá, foi escolhido por príncipes judeus para ensinar o livro da lei aos habitantes de Judá.[2]

O chefe judeu[editar | editar código-fonte]

Segundo o livro de Neemias (capítulo dez, versículo dezesseis), Adonias foi um dos chefes do povo judeu após o cativeiro em Babilônia, nos dias de Neemias e Esdras.[2]

Referências