Adriana Varela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adriana Varela
Adriana Varela.jpg
Adriana Varela realizando na Casa Rosada, em 2008
Informação geral
Nome completo Beatriz Adriana Lichinchi
Nascimento 9 de Maio de 1952 (62 anos)
Origem Buenos Aires
País  Argentina
Instrumento(s) voz
Página oficial www.adrianavarela.com

Beatriz Adriana Lichinchi, nome artístico Adriana Varela (Buenos Aires, 9 de maio de 1952) é uma cantora argentina.

Ela é conhecida internacionalmente, tanto por seus álbuns dedicados ao tango quanto por alguns pequenos papéis no cinema, e considerada uma das maiores cantoras de tango da atualidade.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Adriana Varela começou sua carreira no mercado fonográfico em 1991, com o álbum Tangos, agraciado com o prêmio ACE. Dois anos depois, lançou Maquillaje, no qual incluía canções previamente registradas no álbum de estréia. Por aquele seu segundo álbum, que trazia as participações de artistas renomados como o cantor Roberto Goyeneche e o pianista Virgilio Expósito, recebeu o prêmio ACE pelo segundo ano consecutivo.

Entre os anos de 1991 e 1996, a cantora gravou outros três trabalhos: Corazones Perversos, Tangos de Lengue e Tango en Vivo, gravado ao vivo no Teatro Coliseo de Buenos Aires.

A participação em diversos festivais como o La Mar de Músicas, em Cartagena, Espanha, o Porto Alegre em Cena, em Porto Alegre (1997), e o Grec Festival em Barcelona, fez com que sua carreira internacional ganhasse impulso entre os anos de 1996 e 1998.

Seu mais conhecido trabalho é o álbum "Cuando el río suena", cuja direção artística foi do renomado produtor Jaime Roos. O álbum reúne canções e ritmos do Uruguai e da Argentina - o tango, o candombe, a murga e a milonga, entre outros - e foi aclamado por seu valor cultural ao resgatar as aproximações entre a música produzida dos dois lados do Rio da Prata.

Adriana Varela participou ainda do projeto Bajofondo Tango Club, um grupo alternativo de "electro-tango". Em 2001, lançou o álbum Más Tango. Seu mais recente trabalho é Encaje (2006), também dedicado ao tango. Com esses dois álbuns, apresentou-se na França, na Itália e nos Estados Unidos da América.

A cantora atuou em alguns filmes argentinos, como Al Corazón, dirigido por Mario Sábato, e o renomado filme de Marcelo Piñeyro, Plata Quemada.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Tangos (1991)
  • Maquillaje (1993)
  • Corazones perversos (1994)
  • Tangos de lengue - Varela canta a Enrique Cadícamo (1995)
  • Tango en vivo (1997)
  • Cuando el río suena (1999)
  • Más Tango (2001)
  • Encaje (2006)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adriana Varela