Adriano Magrão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adriano Magrão
Informações pessoais
Nome completo Adriano Bizerra Melo
Data de nasc. 7 de março de 1981 (33 anos)
Local de nasc. Aparecida de Goiânia (GO),  Brasil
Altura 1,84 m
Informações profissionais
Clube atual Brasil Remo
Posição Atacante
Clubes de juventude
2000–2002 Brasil Vila Nova Sub-20
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2002–2003
2004
2004
2005
2005–2006
2006
2007
2008
2008
2008
2008
2009
2010
2011
2011
2011
2011
2012
2012–
Brasil Iraty
Coreia do Sul Busan I'Cons
Brasil Gama
Brasil Anapolina
Brasil Fluminense
Brasil Sport (emp.)
Brasil Fluminense
Portugal Belenenses
Brasil Atlético Goianiense
Brasil Gama
Turquia Bursaspor
Brasil Náutico
Brasil América de Natal
Brasil Madureira
Brasil Anápolis
Brasil Aparecida
Brasil Bonsucesso
Brasil Paysandu
Brasil Remo

13 (2)

16 (8)
23 (7)
23 (10)
23 (7)
0 (0)
9 (1)
4 (2)







16 (2)

Adriano Bizerra Melo[1] , mais conhecido como Adriano Magrão (Aparecida de Goiânia, 7 de março de 1981), é um futebolista brasileiro que atua como atacante.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Adriano Magrão foi revelado no Vila Nova de Goiás, começando a destacar-se no primeiro semestre do ano de 2005, na Anapolina, após o que foi contratado pelo Fluminense.

Em junho de 2006 foi emprestado ao Sport onde jogou o Campeonato Brasileiro Série B, tendo sucesso ao ajudar a levar o time pernambucano de volta à elite do futebol brasileiro depois de vários anos e sido um dos principais artilheiros deste campeonato, mesmo tendo chegado durante a competição e se lesionado durante a disputa. Seu maior feito no clube foi ter feito 5 gols em uma só partida, na goleada sobre o Guarani, no dia 19 de agosto de 2006.

Em 2007 voltou ao Fluminense após o término do empréstimo. No Campeonato Carioca não teve muitas oportunidades, mas com a chegada do técnico Renato Gaúcho assumiu a condição de titular do ataque do Fluminense, quando destacou-se ao marcar 4 gols decisivos que levaram o Fluminense ao título da Copa do Brasil.

Em 2008, após passagem pelo Atlético Goianiense onde disputou as semifinais do Campeonato Goiano e ajudou o time a eliminar o Grêmio da Copa do Brasil, passou pelo Gama. Em sua estreia, marcou um gol na partida contra o Corinthians, válida pelo Campeonato Brasileiro da Série B 2008. Após desentendimento com o treinador por não aceitar a reserva, saiu prematuramente do time, tendo feito apenas 4 jogos. Foi emprestado para o Bursaspor, da Turquia, por alguns meses, retornando em seguida.

Foi contratado pelo América de Natal para a temporada 2010. O atleta fez 5 gols e mesmo tendo ficado 6 meses parado e reestabelecendo sua forma física após liberação para jogar, foi referência no ataque do América que infelizmente não consegui o título estadual, sendo liberado por motivos particulares em meados de junho desse mesmo ano, período em que faleceu sua mãe e seu pai por motivos de doença.

No início de 2011 Adriano Magrão acertou com o Madureira, tradicional time de futebol da Zona Norte do Rio de Janeiro. Os dirigentes do Tricolor Suburbano contrataram o atleta para a disputa do Campeonato Estadual, e esperaram que o jogador recém-contratado pudesse repetir o bom momento vivido no Fluminense em 2007.

Depois, passou pelo Bonsucesso e, no fim de fevereiro, foi contratado pelo Paysandu[2] , reforçando a equipe Paraense para o restante do Campeonato Estadual e também para o Brasileiro da Série C.

Em seguida, foi contratado em junho de 2012 pelo Remo[3] para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série D.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Sport

Referências

  1. oGol. Adriano Magrão. Visitado em 9 de setembro de 2012.
  2. LanceNet. Adriano Magrão troca o Bonsucesso pelo Paysandu. Visitado em 9 de setembro de 2012.
  3. GloboEsporte.com. Remo fecha com Adriano Magrão. Visitado em 9 de setembro de 2012.


Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.