Adryana Ribeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adryana Ribeiro
Informação geral
Nascimento 22 de outubro de 1973 (41 anos)
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) Samba
Pagode
Pop
Música Romântica
Soul
MPB
R&B
Ocupação(ões) Cantora, compositora e produtora
Instrumento(s) Vocal
Extensão vocal Mezzosoprano
Gravadora(s) Sony Music, Abril Music, Deckdisc
Afiliação(ões) Adryana e a Rapaziada, Arnaldo Saccomani, Demônios da Garoa, Netinho de Paula, Martinho da Vila, Tche Garotos, Raça Negra, Dona Ivone Lara e Arlindo Cruz
Influência(s) Guns N' Roses, Bob Marley, Egberto Gismonti, Quincy Jones, Tom Jobim, Pink Floyd, Jair Oliveira, Clube do Balanço, Pat Metheny, chayanne, Amy Winehouse, The Rolling Stones, Nina Simone, Billie Holiday, Wilson Simoninha, Leo Gandelman, Samba de Rainha, Quasimodo, Rodrigo Moratto, Keila Abeid, Duovox
Página oficial AdryanaRibeiro.com.br

Adryana de Carvalho (São Paulo, 22 de outubro de 1973), de nome artístico Adryana Ribeiro, é uma cantora e compositora brasileira.

Ficou conhecida por fazer parte do grupo Adryana e a Rapaziada, e por interpretar grandes canções como "Só Faltava Você", "Tudo Passa", "Fim de Noite" e "Saudade Vem". Hoje, em meio a muitos trabalhos dentro e fora do mundo da música, Adryana lança seu novo single, "Ata ou Desata".

Biografia[editar | editar código-fonte]

Adryana nasceu no bairro do Jaçanã, onde estudou canto lírico durante 5 anos, além de piano e balé. Aos 16 anos, Adryana iniciou a sua carreira cantando em bandas de baile e gravando jingles[1] . 2 anos depois, o estilista e apresentador de TV Clodovil Hernandez conheceu-a em uma festa e convidou-a para o seu programa – no qual fez a primeira apresentação pública de sua carreira através de veículo de comunicação.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1994, depois de participar de um teste para a gravadora Sony BMG Music Entertainment, o crítico musical Sérgio Cabral disse que Ribeiro era a "nova revelação do sertanejo". Seu primeiro álbum, Adryana Ribeiro, teve a participação de grandes artistas e sambistas como Martinho da Vila, Demônios da Garoa e Rafael Rabelo. O material gráfico ficou por conta de Elifas Andreato. A canção "Sempre Sou Eu", interpretada com Luis Carlos Líder, da banda Raça Negra, alcançou boas posições nas paradas musicais[2] .

Em 1997, lançou seu segundo álbum, Em Busca do Sol, que contou, assim como o primeiro, com o apoio de Martinho da Vila e com a produção de Hyldo Hora. O álbum rendeu críticas positivas e elogios. Mas foi ao lado do grupo Adryana e a Rapaziada, produzido por Arnaldo Saccomani, entre 2000 e 2003, que a cantora conseguiu atingir o sucesso e ficar conhecida nacionalmente, integrando a sua música batidas de gêneros musicais como a MPB, R&B, música romântica e pop.

Depois do lançamento de três álbuns com o grupo, Adryana retomou sua carreira solo, passando a se dedicar essencialmente ao sertanejo, e lançou o álbum Brilhante Raro, lançado em 2005[1] , de que saiu uma das principais músicas de sua carreira, "Saudade Vem".

Em 2011 lança o cd Direitos Iguais trazendo sucessos como "Eu Juro" e "Ata ou Desata". A novidade é a sua participação no cd como produtora. Em 2012 regravou País Tropical para a trilha sonora da telenovela Balacobaco da rede Record.

Em 2013 Adryana entra para o (Programa Eliana),onde participa do quadro Rola ou enrola especial das famosas. Foi convidada pela editora Arlequim para regravar a música Taj Majal de Jorge Ben Jor, e lançá-la com uma roupagem mais moderna na Europa em Fevereiro do mesmo ano. A música foi disponibilizada no iTunes de vários países e enviada para rádios e baladas de Londres, Itália, Espanha entre outras localidades. [3] [4] Atualmente a cantora está em estúdio em gravação de novo álbum que contará com outras canções de Jorge Ben Jor. [5]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • "Adryana Ribeiro" (1995)
  • "Em Busca do Sol" (1997)
  • "Adryana e a Rapaziada" (1999)
  • "Love Lindo" (2001)
  • "Stop Baby" (2003)
  • "Brilhante Raro" (2005)
  • "Direitos Iguais"(2011)
  • "Take It Easy My Brother Jorge" (2013)

Singles[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Adryana Ribeiro - Yahoo! Música. Visitado em 3 de Junho de 2010.
  2. Adryana Ribeiro Site Oficial. Visitado em 3 de Junho de 2010.
  3. iTunes - música: Taj Majal. Visitado em 13 de Abril de 2013.
  4. A volta de Adryana. Sem a rapaziada Veja. Visitado em 12 de Abril de 2013.
  5. A volta de Adryana. Sem a rapaziada Veja. Visitado em 12 de Abril de 2013.


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.