Aeiou (telefonia móvel)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aeiou
Tipo Empresa privada
Indústria Telefonia móvel
Fundação 2008 (no Brasil)
Fundador(es) José Roberto Melo da Silva
Encerramento 2009
Sede  Brasil
Áreas servidas Região Metropolitana de São Paulo
Locais 14 municípios
Proprietário(s) Unicel
Produtos GSM

A Aeiou (estilizado em minúsculas como aeiou) foi uma operadora de celular do Brasil que foi autorizada pela Anatel a operar na cidade de São Paulo e em mais 63 municípios do estado.[1] . Iniciou suas atividades a partir de 8 de setembro de 2008. A antiga sede da empresa era localizada na Vila Madalena em um bairro paulistano. Em maio de 2009 a sede instalou-se em Brasília.[2]


Detalhe do chip

Filme de lançamento[editar | editar código-fonte]

A operadora lançou um filme publicitário no YouTube[3] , com a participação de diversos personagens de vídeos virais veiculados no próprio YouTube. O vídeo foi produzido pela agência de publicidade Big Man.[4]

Aparecem os seguintes vídeos virais do YouTube:

Falência e desligamento[editar | editar código-fonte]

Segundo o jornal Valor Econômico, desde maio de 2011 a Unicel, cujo nome comercial era "aeiou", desapareceu deixando uma dívida de mais de 100 milhões de reais referentes as pagamentos de leilões realizadas pela Anatel dentre os anos de 2005-2007.[5]

Referências

  1. It Web - Unicel chega ao mercado como aeiou
  2. IDG NOW! - UOL. Operadora celular "desaparece" deixando R$ 100 milhões em dívidas. 22/09/2011. Página visitada em 27/09/2011.
  3. Página da aeiou no YouTube.
  4. Portal Fator Brasil. Página visitada em 29 de Dezembro de 2010.
  5. Valor Econômico. Unicel desaparece, mas deixa dívidas e reclamações. 21/09/2011. Página visitada em 27/09/2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telefonia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.