Aeroporto Federico García Lorca Granada-Jaén

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aeroporto de Granada
Aeroporto Federico García Lorca Granada-Jaén
Aeropuerto Federico García Lorca - Daniel Lobo.jpg
IATA: GRX - ICAO: LEGR
Tipo público
Administração Aena
Serve Granada
Localização Não disponível
Inauguração 15 de junho de 1972 (42 anos)
Coordenadas 37° 11' 19" N 3° 46' 39" O
Altitude 567 m (1 860 ft)
Movimento em 2012 728428
11375
Capacidade anual Não disponível
Website oficial Página oficial
Pistas
Cabeceiras Comprimento Superfície
09/27 2 900 m (9 514 ft) Asfalto

O Aeroporto de Granada (IATA: GRXICAO: LEGR), oficialmente chamado Aeroporto Federico García Lorca Granada-Jaén situa-se a cerca de 17 km a oeste do centro da cidade de Granada, Espanha e 95 km a sul de Jaén, entre os municípios de Chauchina e Santa Fe. O nome oficial atual foi atribuído em junho de 2006.

O aeroporto serve principalmente voos domésticos, mas sazonalmente há voos internacionais, nomeadamente de e para Paris. Em janeiro de 2013 havia voos regulares de e para Madrid, Barcelona, Palma de Maiorca e Melilla.[1] Depois de seis anos de crescimento, no ano de 2007 o movimento de passageiros atingiu o valor recorde de 1 467 625, um aumento notável em relação aos 1 086 236 de 2006, mas a partir de 2008 o tráfego começou a diminuir, cifrando-se em 728 428 em 2012.[2] Para isso contribui a crise económica e o abandono das operações em Granada por parte da Ryanair em 2010.[3]

História[editar | editar código-fonte]

O início da aviação em Granada está ligado ao aeródromo de Armilla, um dos mais antigos de Espanha, que operava voos comerciais até à inauguração do novo aeroporto. O pouco êxito das linhas operadas em Armilla e a falta de uma pista adequada adequada aos novos aviões levaram à construção dum novo aeroporto na década de 1960. As obras começaram em 1970 e o aeroporto foi inaugurado em 15 de junho de 1972 para tráfego nacional e internacional de passageiros e mercadorias. Os primeiros voos comerciais iniciaram-se em outubro de 1973.

No início dos anos 1990, com a nomeação de Granada como sede do Campeonato Mundial de Esqui Alpino de 1996, as instalações do aeroporto foram substancialmente melhoradas, nomeadamente através da ampliação da área de estacionamento de ãeronaves, aumento do comprimento da pista, remodelação da central elétrica, construção dum edifício administrativo para a Aena e outros serviços, e requalificação do terminal.

A 30 de março de 1992 ocorreu um acidente aéreo, quando um avião de linha regular se partiu ao realizar uma aterragem forçada; surpreendentemente não houve vítimas mortais entre os 90 passageiros.[4] Meses mais tarde aterraria no aeroporto pela primeira vez um Concorde, num dos atos organizados pela Caja General de Ahorros de Granada para celebrar o seu centenário.[5]

Em 2006 o aeroporto foi rebatizado como Aeroporto Federico García Lorca Granada-Jaén, na sequência de acordos do governo com o setor turístico das províncias de Granada e Jaén.[6] [7] Esse acordo foi criticado por alguns setores de ambas as províncias — os granadinos porque consideravam uma perda de protagonismo[8] e os jienenses porque viam o acordo como algo que lhes retirava a possibilidade de ter um aeroporto próprio.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Infovuelos, toda la información de vuelos de Aena Aeropuertos (em espanhol) www.aena-aeropuertos.es.. Página visitada em 9 de janeiro de 2013.
  2. Estadística tráfico (em espanhol) www.aena.es.. Página visitada em 23 de março de 2013.
  3. Ryanair cancela cuatro de sus seis rutas al aeropuerto Granada - Jaén (em espanhol) www.ideal.es. (3 de março de 2010). Página visitada em 9 de janeiro de 2013.
  4. García, Alejandro V.; Arias, Jesus (31 de março de 1992). 26 personas heridas al partirse en dos un avión de Aviaco durante el aterrizaje en Granada (em espanhol) elpais.com.. Página visitada em 9 de janeiro de 2013.
  5. Martínez, Amanda (29 de janeiro de 2011). Cuando el Concorde llegó a Granada (em espanhol) www.ideal.es.. Página visitada em 9 de janeiro de 2013.
  6. EFE (19 de junho de 2006). Aeropuerto Granada-Jaén unirá fuerzas turísticas ambas provincias [ligação inativa] (em espanhol) actualidad.terra.es.. Página visitada em 9 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 24 de julho de 2006.
  7. Hoteleros de Jaén prevén que la provincia saldrá “muy beneficiada” con el Aeropuerto Federico García Lorca Granada-Jaén (em espanhol) www.actualidad24horas.com.. Página visitada em 9 de janeiro de 2013.
  8. Europa Press (19 de junho de 2006). Granada - Torres Hurtado ironiza sobre 'la habilidad semántica' de Magdalena Alvarez al 'hacerle un aeropuerto a Jaén' [ligação inativa] (em espanhol) www.granadaenlared.com/.. Página visitada em 9 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 19 de janeiro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aeroporto Federico García Lorca Granada-Jaén
  • Airport Granada (em inglês) www.fallingrain.com.. Página visitada em 9 de janeiro de 2013.
  • Granada (em inglês) worldaerodata.com.. Página visitada em 9 de janeiro de 2013.