Aeroporto de Bauru-Arealva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aeroporto Estadual Bauru-Arealva
Moussa Nakhal Tobias


IATA: JTC - ICAO: SBAE
Tipo Público
Administração DAESP
Serve Bauru e região
Localização Não disponível
Inauguração 2006


Altitude 594 m (1 949 ft)
Movimento em 2013 138.424 passageiros
1.437.360 t de cargas
4.058 aeronaves
Capacidade anual 500.000
Website oficial Página oficial
Pistas
Cabeceiras Comprimento Superfície
17/35 2 100 m (6 890 ft) Asfalto


Aeroporto Estadual Bauru / Moussa Nakhal Tobias[editar | editar código-fonte]

SBAE/JTC

Inaugurado em 2006, recebeu no ano seguinte a denominação de "Moussa Nakhal Tobias"[1] , empresário bauruense de origem libanesa, que também exerceu o cargo de vice-prefeito de Bauru. O Aeroporto Estadual Bauru-Arealva é importante conquista de Bauru e região. Trata-se de ferramenta fundamental para o progresso da cidade, que espera transformá-lo em aeroporto de cargas e hub de ligação com outras capitais e cidades.

O aeródromo tem uma infra-estrutura moderna, um terminal de passageiros (TPS) com 2.500 metros quadrados, uma pista de 2.100 x 45 metros (está em trâmite no DAESP uma ampliação de mais 700 metros, que passará de 2.100 para 2.800), pista de taxiamento, pátio de manutenção de aeronaves e um pátio de Embarque/Desembarque com capacidade para seis Boeings 737 simultaneamente. Há também estacionamento, locadora de veículos, lanchonete, bem como áreas destinadas, por exemplo, a lojas, caixas eletrônicos etc.

O aeroporto também tem projetado a construção de um terminal de cargas (TECA), hangares de variados os tipos e áreas para futuras ampliações dos terminais, outras instalações operacionais e ainda espaço para a construção de mais uma pista.

Empresas e destinos[editar | editar código-fonte]

Transporte nacional
Empresa Voos disponíveis
Brasil Gol São Paulo (Congonhas) e demais conexões.
Brasil Azul linhas aéreas Campinas (Viracopos), Marilia e demais conexões.

Características[editar | editar código-fonte]

Inauguração: maio de 2006
Latitude: 22º 09’ 28’’ S - Longitude: 049º 04’ 06’’ W
Indicação ICAO: SBAE - Horário de funcionamento: 24 horas
Código de Pista: 3 - Tipo de Operação: VFR diurno e noturno
Altitude: 594 m / 1.949 ft - Área patrimonial (ha): 446,58
Temperatura média: 29,2°C - Categoria contra incêndio disponível: 5
Distância da capital (350Km) - Aérea: rodoviária:
Distância até o centro da cidade: 18 km
Endereço: Rodovia BRU 312, km 7 - CEP:

Movimento[editar | editar código-fonte]

Dimensões (m): 2.010 x 45
Designação da cabeceira: 17 - 35 - Cabeceira predominante:
Declividade máxima: 0,8% - Declividade efetiva: 0,34%
Tipo de piso: asfalto - Resistência do piso (PCN): 42/F/A/Y/T

Pista[editar | editar código-fonte]

Ligação do pátio à pista de pouso PRA (m): 230 x 25
Acesso à cabeceira 35 - PRB (m): 2.152 x 15,5
Acesso à cabeceira 17 - PRC (m): 251,67 x 24,14
Tipo de Piso: asfalto
Distância da cabeceira mais próxima (m): 660

Pátio[editar | editar código-fonte]

Dimensões (m): 229,12 x 134,36
Distância da borda ao eixo da pista (m): 254,26
Tipo de piso: asfalto - capacidade de aviões: De 7 aeronaves de porte Pequeno-médio (Fokker 100 / ATR42-300 / Embraer ERJ145/175/195 / Boeing 737 / Airbus A320)

Auxílios operacionais[editar | editar código-fonte]

NDB IFR Sinais de eixo de pista - luzes de pista
Sinais de cabeceira de pista - sinais indicadores de pista
Sinais de guia de Táxi - luzes de táxi - luzes de cabeceira
Luzes de obstáculos - iluminação de pátio - farol rotativo
Biruta
Frequência do rádio: 131.85 - circuito de tráfego aéreo: padrão

Abastecimento[editar | editar código-fonte]

Petrobras: QAV

Instalações[editar | editar código-fonte]

Terminal de passageiros (m²): 2.500
Estacionamento de veículos - número de vagas: 355 - tipo de Piso: asfalto

Serviços[editar | editar código-fonte]

  • Alimentação: uma lanchonete pequena.
  • Ponto de táxi
  • Locadora de veículos
  • Ônibus urbano: há linha de ônibus regular ligando o aeroporto à rodoviária de Bauru.

Outros[editar | editar código-fonte]

Seção contra incêndio - SCI
Bombeiro de aeródromo DAESP

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SÃO PAULO (Estado) (31 de janeiro de 2007). Lei nº 12.542, de 30 de janeiro de 2007.. Diário Oficial [do] Estado de São Paulo. Página visitada em 02 de outubro de 2012. Cópia arquivada em 02 de outubro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]