Aeroporto de Goiânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aeroporto Santa Genoveva
Aeroporto de Goiânia - 05.JPG
IATA: GYN - ICAO: SBGO
Tipo Público
Administração Infraero
Serve Goiânia
Localização Não disponível
Inauguração 5 de setembro de 1955


Altitude 746 m (2 448 ft)
Movimento em 2012 3.063.649 passageiros
7.944.678t de carga
71.030 aeronaves
Capacidade anual 1.200.000 passageiros
Website oficial Página oficial
Pistas
Cabeceiras Comprimento Superfície
14/32 2 500 m (8 202 ft) Asfalto

O Aeroporto Santa Genoveva Goiânia (IATA: GYNICAO: SBGO) é um aeroporto localizado em Goiânia, capital do estado brasileiro de Goiás. Situa-se na região nordeste da cidade,[1] na praça Capitão Frazão, no bairro Santa Genoveva, a 8 km de distância do centro.[2]

Foi inaugurado em 5 de setembro de 1955, em substituição ao modesto aeroporto que até então servira Goiânia, localizado no Setor Aeroporto.[1] Contudo, as operações aéreas só tiveram início a partir de 17 de junho de 1956.[1] Desde de 7 de janeiro de 1974, é gerido pela Infraero, que recuperou a pista de pouso e ampliou o terminal de passageiros em 1981, 1994 e 2000.[1] Atualmente, encontra-se sob reforma para ampliar sua capacidade para 3,2 milhões de passageiros por ano até 2019.[3]

Ocupa uma área de 3.967.365,04 m², possuindo uma pista de pousos e descolagens de 2.500 m de extensão e 45 m de largura - a qual comporta aeronaves de médio porte como as de classe Boeing 737, 707, Airbus A-320 e, eventualmente, Boeing 767.[1] Seu terminal de passageiros tem capacidade para 600 mil passageiros por ano, mas, nos últimos tempos, vem servindo a uma quantidade muito superior à sua capacidade operacional. Em 2006, por exemplo, foi utilizado por cerca de 1.400.000 passageiros[4] e, em 2009, passaram pelo terminal cerca de 1.772.424 passageiros.[5] .

Atualmente é um dos mais movimentados do Centro-Oeste.

Em 2010, o Governo de Goiás, a fim de alavancar o turismo e a aviação no estado, reduziu em 80% a alíquota do ICMS sobre a querosene e seus derivados (passando de 15% para 3%).[6] Após a redução do imposto, houve o interesse das companhias aéreas em transformar o Aeroporto Santa Genoveva em hub para seus voos.[7] No entanto, a Infraero não considera viável as liberações de mais voos devido às limitações atuais do terminal de passageiros.

As obras em andamento[editar | editar código-fonte]

A sobrecarga de passageiros na década de 2000 levou a Infraero a iniciar a construção de um novo terminal de embarque e desembarque. O projeto original foi elaborado em 2005, com recursos orçados em R$ 257,8 milhões, sendo posteriormente elevados para R$ 287,7 milhões.[8] No entanto, as obras foram embargadas pelo Tribunal de Contas da União em abril de 2007 após indícios de superfaturamento.[9] Uma nova licitação foi feita e a empreiteira paranaense PJJ Malucelli Arquitetura Ldta. foi a escolhida.[8] O novo projeto de reforma do aeroporto irá custar R$ 3,1 milhões.[8] No entanto, para que as obras possam continuar, a Infraero precisa resolver a pendência judicial que mantém com o consórcio formado pelas empreiteiras Via Engenharia e Odebrecht, que realizaram as obras anteriores.[8] A empresa estatal discorda com o valor cobrado pelas empreiteiras pelas obras que elas realizaram.[8] Não suportaria ser um dos aeroportos que vão ser usados para levar pessoas à cidades-sedes da Copa do Mundo Fifa 2014 que ocorrerá no Brasil,além de ser usado nas Olimpíadas de 2016 que ocorrerá no Rio de Janeiro e irá atrair turistas de cidades brasileiras que fazem escala em Goiânia como Porto Velho(Rondônia)porque não há voos sem escalas ao Rio de Janeiro.Esta é uma reclamação que já virou notícia do jornal local de Goiânia e região que se chama Jornal Anhanguera. E sempre o governo,tanto municipal,estadual e federal,falam que irão melhorar a situação retirando a praça e colocando o estacionamento nesta localização.

A expectativa da Infraero é, no entanto, que a construção do novo terminal fique pronta antes da Copa do Mundo FIFA de 2014 e que o Aeroporto Santa Genoveva possa ser usado como suporte para receber os torcedores irão acompanhar os jogos que acontecerão em Brasília.[10] Segundo o presidente da Infraero, Gustavo Matos do Vale, o novo Aeroporto Santa Genoveva deve ter capacidade para atender 3,2 milhões de passageiros por ano até 2019.[10]

Em 2010, a Infraero apresentou um projeto que prevê a instalação de obras emergenciais no atual terminal do aeroporto, como a conclusão de um Módulo Operacional Provisório (MOP), mais conhecido como "puxadinho" – anexo de 1,2 mil m² que servirá como área de embarque – além de novas vagas de estacionamento.[11] A intenção da empresa estatal é que a capacidade do terminal passe dos atuais 600 mil para 1,2 milhão de passageiros anuais.[12] A entrega das obras estava inicialmente prevista para novembro de 2009, mas só ocorreu em setembro de 2011.[13] A próxima etapa de obras no aeroporto deve ser a ampliação do estacionamento.[10]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Histórico - Movimento Operacional[14]
Ano Passageiros

2005 1.236.466
2006 1.376.383
2007 1.546.476
2008 1.554.000
2009 1.772.424
2010 2.348.648
2011 2.802.002
2012 3.076.858
2013 3.000.592
2014 3.363.388


Maiores rotas domésticas saindo de Goiânia (2009)[15]
Rank Cidade Passageiros Companhias
1 São Paulo São Paulo, SP (CGH) 289.482 GOL, TAM
2 Distrito Federal (Brasil) Brasília, DF 274.668 GOL, SETE, TAM , Avianca
3 São Paulo São Paulo, SP (GRU) 175.589 GOL, Azul, TAM , Avianca
4 São Paulo Campinas, SP 76.056 Azul
5 Rio de Janeiro Rio de Janeiro, RJ (GIG) 56.591 GOL
6 Mato Grosso Cuiabá, MT 54.195 GOL, Passaredo, Azul
7 Minas Gerais Belo Horizonte, MG (CNF) 34.610 GOL, AZUL
8 Rio de Janeiro Rio de Janeiro, RJ (SDU) 20.179 Azul
9 Mato Grosso do Sul Campo Grande, MS 19.110 TAM
10 Tocantins Palmas, TO 13.012 Azul , Passaredo, SETE e GOL
11 São Paulo Ribeirão Preto, SP 12.910 Passaredo , Azul
12 Pernambuco Recife, PE 11.460 Azul

Companhias aéreas e destinos[editar | editar código-fonte]

Companhias Destinos (voos diretos)[16] [17] Aeronaves
Brasil Avianca Logo.svg
  • São Paulo (Guarulhos)
  • Brasília (Juscelino Kubitschek )
Airbus A318, Airbus A319 e Fokker 100
Brasil Azul Brazilian Airlines logo.png Logo-trip.gif Embraer 175, Embraer 190, Embraer 195
Brasil Gol logo.png VRG logo.png Boeing 737-700 e Boeing 737-800
Brasil Passaredo Linhas Aéreas logo.png ATR-72 Embraer 145
Brasil Sete LOGO.png Embraer EMB-120 Brasília
Brasil TAM Airlines Logo.png Airbus A319, Airbus A320

Acesso[editar | editar código-fonte]

O Aeroporto Santa Genoveva se localiza na Avenida Santos Dumont, a 8 km do centro de Goiânia, podendo ser acessado através da BR-060, após efetuado o retorno para entrar na Avenida Vera Cruz. Os moradores de Goiânia tem acesso ao aeroporto através da Avenida Meia-Ponte, a partir da qual seguem para a Avenida Caiapó, que se transforma na Santos Dumont. A corrida de táxi até o centro da cidade custa, em média, R$ 25.[21]

Ônibus[editar | editar código-fonte]

Utilizando o transporte coletivo, é possível chegar ao aeroporto através das linhas 258 (Centro–Aeroporto) e 913 (Praça Cívica–Aeroporto).[22] Um ônibus da linha 258 para no aeroporto a cada 35 minutos a partir das 05:01 horas, enquanto dois ônibus da linha 913 param no local a cada 20 minutos a partir das 06:01.[22]

Serviços[editar | editar código-fonte]

Estacionamento

O estacionamento do Aeroporto Santa Genoveva tem 423 vagas e é acessível ao terminal. No entanto, as vagas são apertadas e o local enche com certa frequência.[21] A administração do aeroporto cobra uma taxa de R$ 6,00 pela primeira hora de estacionamento, valor ao qual é adicionado R$ 2,00 pelas horas adicionais.[21] A diária custa R$ 10,00.[21]

Internet

O Aeroporto Santa Genoveva possui rede wi-fi gratuita e serviço de internet por hora, fornecido pela empresa Oi - Brasil Telecom.[21]

Órgãos públicos[23]

Lanchonetes[24]

Bancos[21]

Lojas
O Aeroporto Santa Genoveva conta com 13 lojas, incluindo artesanato, agência dos Correios, farmácia, agências de turismo, chocolateria, tabacaria, duas livrarias Laselva, casa de câmbio e locadoras de veículos.[24]

Acidentes e incidentes[editar | editar código-fonte]

  • 22 de fevereiro de 1975: Um Boeing 737-2A1 da VASP, saindo de Goiânia com destino a Brasília, foi sequestrado por um passageiro, que exigia o pagamento de um resgate. Ele acabou sendo detido pela tripulação e demais passageiros.[25]
  • 29 de setembro de 1988: Um Boeing 737-300 da VASP, fazendo a rota ConfinsRio de Janeiro, foi sequestrado por um passageiro que queria fazer um atentado contra o Palácio do Planalto. O piloto conseguiu convencer o sequestrador a aterrissar em Goiânia. O sequestrador matou uma vítima.[26] [27]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aeroporto de Goiânia