Aeroporto de Sinop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aeroporto de Sinop
Aeroporto Sinop.jpg
IATA: OPS - ICAO: SWSI
Tipo Público
Administração Prefeitura de Sinop
Serve Sinop
Localização Não disponível
Inauguração 30 de Dezembro de 2008


Altitude 372,5 m (1 222 ft)
Movimento em 2013 170.000
Capacidade anual Não disponível
Website oficial Não disponível
Pistas
Cabeceiras Comprimento Superfície
3/21 1 630 m (5 348 ft) Asfalto

O Aeroporto Municipal Presidente João Figueiredo possui uma pista com mil seiscentos e trinta metros de comprimento por trinta de largura, e está localizado à 13,4 km do centro da cidade. Conta com balizamento noturno desde maio de 2008. Sua pista foi construída em meados dos anos 1980, quando recebeu por duas vezes o antigo avião presidencial Boeing 737-200 com o Presidente da República João Figueiredo, sendo na segunda, em 1984, para a inauguração da pavimentação asfáltica da BR-163. Devido a isto, o aeroporto leva o seu nome em homenagem.

Atualmente, a maior aeronave que opera no local é o jato Embraer 195 da Azul Linhas Aéreas, com capacidade para 118 passageiros, além do turboélice ATR 72 da Passaredo Linhas Aéreas, com capacidade para 70 passageiros.

Em virtude do aumento considerável do número de pousos e decolagens e de embarques e desembarques (de 28 mil para 170 mil em 2013), a estrutura existente já não é suficiente para atender os usuários e tripulantes. Por isso, o aeródromo deve passar por uma grande ampliação, que contemplará a construção de um novo terminal de passageiros, a ampliação da pista, passando dos atuais 30 para 45 m de largura  e de 1.630 para 2.500 metros de comprimento, comportando o tráfego de aeronaves de grande porte, além de melhorar o Setor de Combate a Incêndio, instalação de sinalização e balizamento, torre de controle, a instalação de Equipamentos de Navegação VOR/DME e ILS para que tenha o sistema de pouso por instrumentos em condições meteorológicas adversas, nova e mais potente iluminação de pista.

Destinos[editar | editar código-fonte]

Destinos Domésticos[editar | editar código-fonte]

Companhias Destinos
Brasil Passaredo Linhas Aéreas Cuiabá, Brasília.

Aeronave utilizada: ATR 72.

Brasil Azul Linhas Aéreas Cuiabá, Guarulhos

Aeronave utilizada: Embraer 195.

Características[editar | editar código-fonte]

  • Operação: VFR diurno e noturno.
  • Nível 6 de combate a incêndios.
  • Latitude: 11º53'06 S
  • Longitude: 55º35'10 W
  • Elevação: 374 m (1227 ft)
  • Piso: A

Resistência: 30/F/C/X/T

  • Sinalização: S
  • Pista com balizamento noturno

L14 - Luzes ao longo das laterais da pista; L15 - Luzes de pista de táxi indicando sua trajetória;

  • L21 – Farol rotativo de aeródromo;L26 – Indicador de direção de vento iluminado
  • Companhias aéreas: Azul e Passaredo.
  • Distância do centro da cidade: 13,4 km.
  • Pista: 1630 x 30 m
  • Contato: Estrada Glória, s/n - Sinop -
  • Fone: Plantão Balizamento Noturno: (66) 9994-8556
  • Fone : Azul Linhas Aéreas: (66) 3532-5172
  • Fone: Passaredo Linhas Aéreas: ( 66) 8436-0403
  • Fone Fixo Aeroporto : (66) 3531-1915/(66) 3531-3426
  • Distância Aérea: Cuiabá 420 km; Brasília 925 km; São Paulo 1601 km; Porto Alegre 2066 km.

Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Sinop[editar | editar código-fonte]

  • Nas dependências do aeroporto funciona um radar do SIVAM responsável pelo monitoramento do espaço aéreo da região. Os dados são enviados via satélite para o CINDACTA IV em Manaus.
  • Histórico

O DTCEA-SI (Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de SINOP) foi criado pela Portaria 728/GC3, de 11/11/99, com a designação de DPVDT 45 (Destacamento de Proteção ao Vôo e Detecção 45). Posteriormente teve sua designação alterada pela Portaria 183/GC3, de 27/02/03, para DTCEA-SI. O Destacamento é uma Unidade de Vigilância e tem como objetivo assessorar o Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo – CINDACTA IV de Manaus no controle e defesa do espaço aéreo da Amazônia, especificamente na sua área de abrangência. Em 28 de agosto de 2003, o Radar Transportável TPS-B34 foi homologado e efetivado operacionalmente, bem como os equipamentos de comunicações na faixa de VHF e UHF. Em 2012 o radar TPS-B34 foi substituído por um radar fixo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]