Afeto (filosofia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

"Afeto" (affectus ou adfectus em latim) é um conceito usado em filosofia por Spinoza, Deleuze e Guattari, o qual designa um estado da alma, um sentimento. De acordo com a Ética III, 3, Definição 3, de Spinoza, um afeto é uma mudança ou modificação que ocorre simultaneamente no corpo e na mente. A maneira como somos afetados pode diminuir ou aumentar a nossa vontade de agir. Isso apenas no pensamento de Spinoza, porém o conceito de Afeto vai muito mais além, afeto é um sentimento relacional criado entre seres vivos ou entre um ser vivo e um ser inanimado, e esse sentimento de afeto é carregado de emoções e expectativas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia / um filósofo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.