Afidas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Afidas ou Afeidas (em grego: Ἀφείδας) foi um rei mítico de Atenas, filho de Oxintes, filho de Demofoonte.[1] Depois de um reinado curto, de apenas um ano [1] [2] (1136 - 1135 a.C.)[2] , seu meio-irmão Timetes, filho bastardo de Oxintes, o assassinou o tomou o trono.[3]

Durante seu reinado os atenienses receberam do oráculo de Zeus em Dodona a ordem de não matar os lacedemônios quando estes fossem pedir refúgio no Areópago.[4] Os atenienses lembraram-se do oráculo ao final do reinado de Codro, filho de Melanto;[Nota 1] após a morte de Codro, a maioria dos peloponésios desistiram da campanha e se retiraram da Ática, mas alguns lacedemônios, que haviam entrado na cidade, vendo-se sozinhos, suplicaram no Aerópago.[5] Os atenienses os deixaram ir embora, porém em uma ocasião posterior Cilón e seus seguidores foram massacrados, apesar de serem suplicantes de Atena.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Caixa de sucessão baseada em Jerônimo de Estridão[2] :

Precedido por
Oxintes
Rei de Atenas
1136 - 1135 a.C.
Sucedido por
Timetes

Notas e referências

Notas

  1. Melanto foi o sucessor de Timetes

Referências

  1. a b Eusébio de Cesareia, Crônica, 66, Os reis dos atenienses
  2. a b c Jerônimo de Estridão, Chronicon
  3. Leônidas citando Demon, no quarto livro da sua História da Ática; citado por Ateneu, O banquete dos eruditos, Livro III
  4. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 7.25.1
  5. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 7.25.2
  6. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 7.25.3
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.