Afogados da Ingazeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Afogados da Ingazeira
"Princesa do Pajeú"
Bandeira de Afogados da Ingazeira
Brasão de Afogados da Ingazeira
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 1909
Gentílico afogadense
Prefeito(a) Jose Coimbra Patriota Filho[1] (PSB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Afogados da Ingazeira
Localização de Afogados da Ingazeira em Pernambuco
Afogados da Ingazeira está localizado em: Brasil
Afogados da Ingazeira
Localização de Afogados da Ingazeira no Brasil
7° 45' 3" S 37° 38' 20" O7° 45' 3" S 37° 38' 20" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Sertão Pernambucano IBGE/2008[2]
Microrregião Pajeú IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Solidão (Pernambuco) (N), Carnaíba (S), Tabira, Iguaraci (L) e Carnaíba (O)
Distância até a capital 386 km
Características geográficas
Área 377,863 km² [3]
População 36 547 hab. estatísticas IBGE/2014[4]
Densidade 96,72 hab./km²
Altitude 525 m
Clima Semiárido BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,657 médio PNUD/2010 [5]
PIB R$ 221 794 mil IBGE/2011[6]
PIB per capita R$ 6 291 12 IBGE/2011[6]
Página oficial

Afogados da Ingazeira é um município brasileiro localizado na microrregião de Pajeú, estado de Pernambuco. Destaca-se por ser o segundo principal centro comercial do Vale do Pajeú e por ser sede de diversos órgãos públicos como a Gerência Regional de Educação, a Gerência Regional de Saúde, o 23º Batalhão de Polícia, o TG 07-020 sétima região, o Sassepe, o Hospital Regional, a 24º Ciretran Especial, ARE Secretária da Fazenda-PE, Unidade Avançada Corpo de Bombeiros, CREAS regional, Área Integrada de Segurança (em Construção) além de outros, Possuindo instituições de nível superior e abrigando a Diocese de Afogados da Ingazeira, única diocese de sua microrregião. É a única cidade pernambucana com menos de 50.000 habitantes classificada pelo IBGE como Centro Subregional B, devido sua rede de influência.[7] Possui o segundo maior IDH da região, somente atrás de Triunfo, e está situado a 386 km de distância da capital, Recife.

Administrativamente, o município é formado pelo distrito sede e pelos povoados de Carapuça e Queimada Grande.

História[editar | editar código-fonte]

A cidade de Afogados da Ingazeira teve origem em uma antiga fazenda de criação pertencente a Manuel Francisco da Silva. O desenvolvimento da cidade data de 1870, época em que a edificação de casas cresceu.

A origem do nome explica-se com a seguinte história: em tempos distantes, um casal de viajantes tentando atravessar o rio Pajeú, em época de enchente, foi levado pela correnteza e desapareceu. Somente dias depois os cadáveres foram encontrados. Como o município era distrito da cidade de Ingazeira e já existia uma comunidade, no Recife, chamada "Afogados", terminou incorporando o nome de Ingazeira ao seu nome. Daí o nome Afogados da Ingazeira. Também há quem diga que o casal foi encontrado embaixo de um pé de árvore ingazeira.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se à uma latitude 07º45'03" sul e à uma longitude 37º38'21" oeste no vale pernambucano do Pajeú, no nordeste brasileiro, estando à uma altitude de 525 metros.

Limites[editar | editar código-fonte]

  • Norte: Solidão
  • Sul: Carnaíba
  • Oeste: Carnaíba
  • Leste: Tabira e Iguaraci

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município está localizado na bacia do Rio Pajeú.

Clima[editar | editar código-fonte]

  • Tipo de Clima: Semiárido
  • Precipitação pluviométrica: 1.056,1mm
  • Temperatura média anual: 22,7°C
  • Meses chuvosos: fevereiro a junho.
Gráfico climático para Afogados da Ingazeira
J F M A M J J A S O N D
 
 
97
 
29
18
 
 
122
 
28
18
 
 
203
 
28
18
 
 
176
 
27
18
 
 
110
 
26
17
 
 
120
 
25
16
 
 
72
 
25
15
 
 
22
 
26
15
 
 
31
 
27
15
 
 
17
 
30
17
 
 
23
 
30
18
 
 
59
 
30
18
Temperaturas em °CPrecipitações em mm
Fonte: Jornal do Tempo

Divisão distrital e povoados[editar | editar código-fonte]

  • Distrito-sede
  • Povoados: Queimada Grande e Carapuça.

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Alto da Bela Vista e Conjunto Miguel Arraes
  • Brotas
  • Borges
  • Centro
  • COHAB
  • Costa/Izidio Leite
  • Emanuela Valadares (Morada Nova)
  • São Braz
  • São Cristovão (Pacús)
  • São Francisco (Rua Nova)
  • São Sebastião
  • Sobreira
  • Padre Pedro Pereira (Ponte)
  • Pitombeira
  • Vila Bom Jesus

Relevo[editar | editar código-fonte]

O município está inserido numa unidade geoambiental denominada "Depressão Sertaneja". Seu relevo é suave-ondulado.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação da cidade é composta por caatinga hiperxerófila.

Economia[editar | editar código-fonte]

A cidade caracteriza-se como sendo polo do Sertão do Pajeú. Sendo uma das cidades mais prósperas na área de serviços, comércio e lazer da região. Sua economia Historicamente, sempre teve como base a pecuária de corte (bovinocultura e caprinocultura) e a pequena agricultura, com o cultivo de milho, mandioca e frutas. Além disso, ganhou destaque a avicultura, introduzida no município. A cidade tem um forte comércio nos setores automobilístico, vestuários, materiais de construção, 5 bancos, e distribuidoras que abastecem cidades vizinhas.

Na industria se destacam: - Móveis São Carlos, Magno Móveis, principais industrias de móveis do Estado, transformam Afogados em um importante polo na fabricação de móveis, além do pequenos industriais e do recente inaugurado Polo Moveleiro.

- INVESA (Industria de Vestuário do Nordeste) a Maior planta industrial de confecções de Pernambuco, que ficou parada por 10 anos, tem suas atividades retomadas por empresários do polo têxtil do agreste, o que possibilitará Afogados e o Pajeú em novo polo têxtil.

- Serrote Redondo, industria de avicultura, processamento industrial para fabricação de congelados de frangos.

- Mineradora Rostale.

- Industrias de Metal-Mecânica, entre elas a Serralharia Modelo, contado a cidade com pequenas fábricas deste segmento, o que faz com que a cidade tenha um acentuamento neste ramo de atividade.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O que caracteriza Afogados da Ingazeira são suas belezas naturais, as ricas manifestações da cultura popular presentes no município e um movimentado calendário de festas de rua. um pôr-do-sol dos mais deslumbrantes da terra sertaneja, pois é comum se vê em tardes de firmamento límpido um azul de anil e, ao anoitecer, um pôr-do-sol fora do comum. No artesanato, destacam-se as coloridas bonecas de pano, de várias formas e tamanhos. Praças, entre elas a de alimentação no centro. Uma grande variedade gastronômica, conta com diferentes bares, churrascarias, hotéis, e clubes aquáticos. Possui terminal rodoviário, aeródromo e uma ótima organização urbana, classificando-se como uma das poucas cidades de Pernambuco preparada para o futuro. Por toda sua conjuntura é considerada por muitos como uma das cidades mais belas do sertão do Estado. Destacam-se em seu turismo:

- Conjunto de praças e catedral entre os mais bonitos de Pernambuco.

- Serra do Giz, com várias inscrições rupestres.

- Represa Barragem de Brotas.

- O Cinema-teatro São José, um dos poucos cinemas do interior.

- Museu do Rádio.

Saúde[editar | editar código-fonte]

  • Hospital Regional Emilia Câmara.
  • CHJEM - Centro Hospitalar José Evoíde de Moura.
  • Eco-clínica - Hospital maternidade entre outros atendimentos.
  • Instituto de olhos Jeová.
  • Poli-clínica, mandacaru e PSFs.
  • Clínica Ginecológica, Obstetrícia e Cardiologia Iraci Pires
  • Clínicas privadas das demais especialidades médicas.
  • UPA (em construção).

Cultura e Eventos[editar | editar código-fonte]

  • Afogarêta - Carnaval fora de época acontece no mês de Janeiro com atrações a nível regional e nacional.
  • Encontro de Motociclistas - Acontece no mês de janeiro e atrai motociclistas de todo o território nacional.
  • Carnaval
  • Balé Popular de Afogados da Ingazeira.
  • Companhia Artística Pajeú de Dança.
  • Grupo Aplausos de Teatro Amador.
  • Grupo de Reizado do Sítio São João.
  • Jogos Escolares - Fase regional.
  • Dança de Coco dos Negros e Negras do Leitão (remanescentes de quilombos).
  • Fersan - Festival Regional da Sanfona.
  • Encenação da Paixão de Cristo.
  • Expoagro e Aniversário da Cidade - Acontece no final de Junho e início de Julho com atrações a nível nacional e exposição de máquinas e animais do campo.
  • Tabaqueiros – figuras mascaradas tradicionais do Carnaval.
  • Vivência dos ciclos junino e natalino - Decorações da Cidade, cantata natalina e alguns festejos.
  • Missa e desfile dos vaqueiros.
  • Trilhas Ecológicas (Grupos de Motociclistas e Jipeiros).
  • Festa do Caju.
  • Escrituras rupestres.
  • Seu principal time é o afogadense futebol clube.

Universidades[editar | editar código-fonte]

Filhos Ilustres[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Eleições 2012. Prefeito eleito de Afogados da Ingazeira/PE. Página visitada em 28 de janeiro de 2013.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Estimativa Populacional 2014. Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (agosto de 2014). Página visitada em 29 de agosto de 2014.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 09 de setembro de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2011. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 18 dez. 2013.
  7. Regiões de Influência das Cidades - 2007

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.