Afonso III de Aragão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Afonso III
Rei de Aragão, Valência e Maiorca
Conde de Barcelona
Alifonso III d'Aragón.jpg
Afonso III de Aragão
Governo
Reinado Novembro de 1285 - 18 de Junho de 1291
Antecessor Pedro III
Sucessor Jaime II
Dinastia Barcelona
Vida
Nascimento 4 de Novembro de 1265
Perpinhã, Rossilhão, Principado da Catalunha
Morte 4 de Novembro de 1265 (0 anos)
Foixà, Girona, Espanha
Sepultamento Igreja de Santa Eulália de Barcelona
Pai Pedro III de Aragão
Mãe Constança da Sicília

Afonso III de Aragão, apelidado de o Liberal ou o Franco (4 de Novembro de 126518 de Junho de 1291) foi rei de Aragão como Afonso III, do Valência como Afonso I, Conde de Barcelona como Afonso II entre 1285 e 1291, e rei de Maiorca como Afonso I entre 1286 e 1291.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi o filho mais velho de Pedro III de Aragão e de Constança da Sicília, filha e herdeira de Manfredo da Sicília.

Tão logo ascendeu ao trono, Afonso deu continuidade à campanha de seu pai contra as Ilhas Baleares para punir seu tio, Jaime II da Maiorca, por apoiar a França durante a disputa pelo controle da Sicília. Ele reconquistou a cidade de Maiorca e Ibiza, em 1286, e tomou Minorca dos mouros, em janeiro de 1287.

Inicialmente procurou manter o controle aragonês sobre a Sicília ao apoiar a reivindicação da ilha por seu irmão Jaime. No entanto, ele depois forçou seu irmão a abdicar e passou a apoiar os Estados Pontifícios.

Seu reinado foi prejudicado pelas contendas constitucionais com a nobreza aragonesa, que levaram à criação da União de Aragão, que devolveu vários poderes reais principais para nobres menores. Sua incapacidade de resistir às demandas de seus nobres deixaria uma herança de desunião em Aragão e consequente desacordo entre os nobres, que cada vez menos viam razões para respeitar o trono, e levou o Reino de Aragão quase à anarquia.

Um casamento dinástico com Leonor da Inglaterra, a filha mais velha de Eduardo I da Inglaterra, foi arranjado. Todavia, Afonso morreu antes de conhecer sua noiva, em 1291, e foi sepultado no mosteiro franciscano em Barcelona; desde 1852, seus restos mortais repousam na Igreja de Santa Eulália de Barcelona.


Precedido por
Pedro III
Armas do reino de Aragão, dinastia Barcelona
Rei de Aragão

1285 - 1291
Sucedido por
Jaime II
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.