Afonso I das Astúrias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Afonso I das Astúrias
Rei das Astúrias e Duque da Cantábria
Estátua de Afonso I, parte da série de monarcas destinadas à decoração do Palácio Real de Madrid.
Governo
Reinado Rei das Astúrias e Duque da Cantábria desde 739
Vida
Nome completo Afonso I das Astúrias
Nascimento 693
Morte 757 (64 anos)
Filhos Ver descendência
Pai Pedro da Cantábria
Mãe Gaudiosa

Afonso I das Astúrias (693 - 757) "o Católico", filho do duque Pedro da Cantábria (m. 730) e de Gaudiosa, foi rei das Astúrias desde 739.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pouco depois da Batalha de Covadonga em 722, Afonso foi a Astúrias e colaborou nas campanhas militares de Pelágio e casou-se com Ermesinda, sua filha e de Gaudiosa, tornando-se, portanto, seu genro.[1] Era herdeiro das terras na Cantábria por parte do seu pai, o duque Pedro de Cantábria.

Depois da morte do rei Fávila em 739, o povo lhe proclamou rei, unindo assim, sob um único líder, os dois núcleos que ficaram em rebelião e insubordinação contra os invasores muçulmanos: Astúrias e o ducado de Cantábria. [2] Governou durante 19 anos[3] e com ele, retoma-se a reconquista, aproveitando as guerras internas dos mouros. Anexa-se a Galiza em 740, Leão em 754.[4] Morreu de morte natural e foi sucedido pelo seu filho Fruela I das Astúrias, que subiu ao trono em 757.[4]

Descendência[editar | editar código-fonte]

Com Ermesinda, filha de Pelágio das Astúrias, teve a:

  1. Fruela I das Astúrias (c. 722 - Cangas de Onís, 768) (Froila em galego-português) foi rei das Astúrias (757 - 768)
  2. Vimerano das Astúrias (m. 765) assassinado pelo irmão Fruela I
  3. Adosina das Astúrias casada com Silo das Astúrias, rei das Astúrias de 774 a 783.

Fora do casamento, teve um filho com uma escrava chamada Sisalda de origem muçulmana:

  1. Mauregato das Astúrias o Usurpador (m. 789), foi rei das Astúrias de 783 a 788 e casado com Creusa, pais que foram de Hermenegildo das Astúrias.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Martínez Díez 2005, p. 65, Vol. I.
  2. Martínez Díez 2005, p. 73, Vol. I.
  3. Brandão 1973, pp. 129–137.
  4. a b Martínez Díez 2005, p. 80, Vol. I.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Brandão, Frei António. Monarquia Lusitana. Lisboa: Imprensa nacional; Casa da Moeda, 1973. vol. III. OCLC 489806724
  • Martínez Díez, Gonzalo. El Condado de Castilla (711-1038): la historia frente a la leyenda (em espanhol). Valladolid: [s.n.], 2005. ISBN 84-9718-275-8
Precedido por:
Pedro da Cantábria
Duque da Cantábria
Sucedido por:
Fruela I
Precedido por:
Fávila
Rei das Astúrias
739757
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Afonso I das Astúrias