Afro-turcos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Afro-turco
Gérôme-Black Bashi-Bazouk-c. 1869.jpg
um soldado afro-turco do Império Otomano
População total

"Afro-turcos": c. 5.000[1]

Regiões com população significativa
principalmente em Muğla[1]
Línguas
língua turca
Religiões
Islã
Grupos étnicos relacionados
Afro-árabes, turcos, árabes

Afro-turcos são pessoas de ascendência africana que vivem na Turquia. Afro-turco é um neologismo, sendo que os termos mais usados coloquialmente são arap árabe em língua turca e agora são também chamados de Afrika kökenli Türkler.

História[editar | editar código-fonte]

Durante o Império Otomano, um número considerável de africanos sub-saarianos (sobretudo de lugares como Zanzibar, Quênia, Sudão, Gana e Nigéria) foram feitos escravos pelos comerciantes turcos em plantações em torno de Dalaman, Menderes, Gediz, Manavgat e Çukurova.[2] Afro-turcos de Ayvalik declararam que seus antepassados falavam a língua grega de Creta, quando eles vieram para a Turquia e aprendiam, mais tarde, a língua túrca. Afro-turcos que viviam na localidade de İzmir comemoravam a tradicional Festa da Primavera Dana Bayrami ("Festival do Bezerro") até meados da década de 1960. Esta festa tem sido revivida atualmente pela geração mais jovem de afro-turcos.

Hoje[editar | editar código-fonte]

As áreas com populações significativas de afro-turcos estão na região do Mar Egeu, especialmente İzmir, Aydın e Muğla. Também existem pessoas de ascendência africana que vivem em aldeias e alguns municípios das províncias de Adana e Antalya.[3] Alguns dos descendentes dos colonos africanos permanecem misturados com o resto da população nessas áreas, sendo que muitos migraram para cidades maiores. Estes fatores tornam difícil de adivinhar o número de turcos com ascendência africana. Mustafa Olpak, um proeminente escritor afro-turco (fundador da primeira organização reconhecida oficialmente de afro-turcos) afirma que cerca de 3.000.000 de turcos apresentam algum grau de ascendência africana. O diário turco Sabah tem uma estimativa de cerca de 800.000 cidadãos turcos negros.[4]

Afro-turcos notáveis[editar | editar código-fonte]

Artes
Esportes
Políticos

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]