After Crying

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
After Crying
Informação geral
País  Hungria
Gênero(s) Rock sinfônico
Período em atividade 1986 - atualmente
Página oficial www.AfterCrying.hu
Integrantes Zoltán Bátky-Valentin
Gábor Egervári
Tamás Görgényi
Zoltán Lengyel
Zsolt Madai
Péter Pejtsik
Ferenc Torma
Balázs Winkler
Ex-integrantes Csaba Vedres

After Crying é uma banda de rock sinfônico húngara formada em 1986. Utilizam instrumentos clássicos com violoncelo, trompete, piano e flauta, a instrumentos modernos de bandas de rock.

História[editar | editar código-fonte]

O After Crying possui história desde final dos anos 1970, com apresentações e ensaios de músicos fortemente influenciados pela música erudita e também do rock progressivo. Em 1986 a banda foi formada oficialmente. Devido às dificuldade com a censura comunista na Hungria, somente com o final do regime em 1989 o grupo pode gravar e lançar seus trabalhos.

Em 1990 foi lançado o primeiro álbum, Overground Music, um trabalho acústico utilizando instrumentos como violoncelo, violino, viola, piano e trompete. O grupo parecia mais uma orquestra de câmara que uma banda, ainda que as influências era um misto de música erudita, elementos regionais da Hungria, jazz, Frank Zappa e King Crimson. O álbum não teve repercussão muito grande.

O segundo álbum Megalázottak és megszomorítottak (que significa "humilhados e ofendidos"), lançado em 1992, mostrou-se um trabalho mais evoluído, mais voltado ao rock progressivo, ainda que contando com elementos eruditos. O álbum consolidou a banda na cena do rock progressivo.

Em 1994 foi lançado mais um álbum Föld és ég, marcando mudanças na direção musical da banda. Com a presença de baixos e guitarras, a sonoridade do álbum é diretamente ligada ao rock, com muitas influências de Emerson, Lake and Palmer. Durante a turnê do mesmo álbum, o líder da banda Csaba Vedres deixa o grupo. O próximo álbum, De Profundis (1996), mostra a mesma linha do álbum anterior.

Os próximos álbuns de estúdio, 6 (1997) e Show (2003), eram mais acessíveis comercialmente, o que foi considerado como decepcionante para os fãs da antiga fase, ainda que são considerados álbuns de muita qualidade.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Membros atuais[editar | editar código-fonte]

Membros antigos[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ao vivo[editar | editar código-fonte]

  • 2000 - Struggle for Life
  • 2000 - Struggle for Life - essential
  • 2001 - Bootleg Symphony Koncertszimfónia - apresentação no Liszt Ferenc Academy of Music

Compilações[editar | editar código-fonte]

  • 1996 - Elsõ évtized
  • 1998 - Almost Pure Instrumental

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]