Agalmatolito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agalmatolito, também conhecida como pagodita, é o nome de uma rocha metamórfica formada pela alteração hidrotermal da rocha riolito.[1] De ocorrência geológica rara[1] , a rocha é utilizada pelos chineses para esculpir pagodes e objetos similares. Geralmente maleável e às vezes lisa, a pagodita pode ser da cor verde acinzentado ou amarelo acinzentado.[1] O nome se aplica provavelmente a qualquer pedra utilizada para esse propósito e não a uma variedade específica.

Outros nomes que podem ser utilizados nesse contexto são os minerais esteatita e pirofilita.

Composição[editar | editar código-fonte]

A pagodita é constituída essencialmente por dois filossilicatos de alumínio[1] :

Esses dois minerais geralmente estão em associação com outros como a sericita, diásporo, turmalina quartzo e feldspato.[1]

Notas

  1. a b c d e f g Mônica Calixto de Andrade, João Alves Sampaio, Adão Benvindo da Luz e Alberto Buoso (dezembro de 2005). "RMIs: Rochas e Minerais para Cerâmica de Revestimento. Capítulo 27" (PDF) (português). Centro de Tecnologia Mineral, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Acessado em 15 de dezembro de 2008.

Referências[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource
Ícone de esboço Este artigo sobre um mineral ou mineraloide é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.