Agente de Telecomunicações da policia civil de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Agente de Telecomunicações da policia civil de São Paulo, é um profissional de Carreira designado a dar apoio à atividade Policial, treinado na Academia de Polícia do Estado de São Paulo "Dr. Coriolano Nogueira Cobra", conhecida como ACADEPOL.

Atualmente faz parte das 14 carreiras existentes, tem autorização para andar armado e é agente da autoridade policial.

Em que pese não ser atribuição funcional deste profissional, quando solicitado, presta auxílio em campanas, prisões e remoções de presos, sendo que a função principal do Agente de Telecomunicações é de operar o rádio no CEPOL 'Centro de Operações da Polícia Civil', além de exercer importante papel no desenvolvimento da atividade relacionada com a informática e apoio policial, incluindo o projeto e implantação de redes de comunicações e de dados, além de efetuar as atividades relativas a comunicação e transmissão de mensagem em geral nas delegacias e departamentos como:

  • DIPOL - Departamento de Inteligência da Polícia
  • DEIC - 'Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado'
  • DENARC 'Departamento de Investigações sobre Narcóticos'
  • DHPP 'Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa' e
  • DPPC - Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania.

Coordena as ações policiais de terra comunicando com as viaturas em rua e inclusive no ar com o helicóptero da policia civil conhecido como "Pelicano", normalmente trabalha 40 horas por semana em escala de plantões e o salário é superior ao do Investigador de Polícia Civil de São Paulo.