Aggiornamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Aggiornamento é um termo italiano utilizado durante o Concílio Vaticano II e que o Papa João XXIII "popularizou como expressão do desejo de que a Igreja Católica saísse actualizada do Concílio Vati­cano II" [1] . Por outras palavras, o aggiornamento é a adaptação e a nova apresentação dos princípios católicos ao mundo actual e moderno, sendo por isso um objectivo fundamental do Concílio Vaticano II.

O documento conciliar Sacrosanctum Concilium resume o espírito do aggiornamento da seguinte maneira: "fomentar a vida cristã entre os fiéis, adaptar melhor às necessidades do nosso tempo as instituições susceptíveis de mudança, promover tudo o que pode ajudar à união de todos os crentes em Cristo, e fortalecer o que pode contribuir para chamar a todos ao seio da Igreja" [2] .

Pontos de reforma[editar | editar código-fonte]

O Concílio Vaticano II, ao querer actualizar a Igreja, mas sem mudar os seus dogmas nem o seu depósito de fé (conteúdo da Revelação divina), trabalhou por isso em vários temas distintos, como por exemplo a reforma da Liturgia, um novo olhar sobre a constituição e a pastoral da Igreja (que passou a ser alicerçada na igual dignidade de todos os fiéis), a relação entre a Revelação divina e a Tradição, a defesa da liberdade religiosa, o favorecimento e empenho ao ecumenismo e a defesa do apostolado dos leigos. Não foi proclamado nenhum dogma, mas as suas orientações doutrinais e pastorais são de extrema importância para acção da Igreja no mundo moderno.[3] [4] [5]

Referências

  1. Verbete Aggiornamento da "Enciclópedia Católica Popular"
  2. Sacrosanctum Concilium, n. 1
  3. O Concílio Vaticano II (em português) Doutrina Católica. Visitado em 22 de Setembro de 2010.
  4. Catolicismo e mundo moderno (em português) Hieros. Visitado em 3 de Junho de 2009.
  5. GEORGE WEIGEL. A Verdade do Catolicismo: Resposta a Dez Temas Controversos (em <código de língua não-reconhecido>). Lisboa: Bertrand Editora, 2002. págs. 45 - 46 pp. ISBN 972-25-1255-2.
Ícone de esboço Este artigo sobre Catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.