Akşehir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Turquia Akşehir
Filomélio, Filomélion, Philomelium, Ak-Shehr
 
—  Distrito (ilçe)  —
Türbe (mausoléu) de Nasrudin em Akşehir
Türbe (mausoléu) de Nasrudin em Akşehir
Distritos da província de Konya
Distritos da província de Konya
Akşehir está localizado em: Turquia
Akşehir
Localização de Akşehir na Turquia
38° 21' N 31° 25' E
Região Anatólia Central
Província Konya
Administração
 - Governador (kaymakam) Ahmet Katırcı
 - Prefeito (belediye başkanı) Mustafa Baloğlu (AKP, 2007)[1]
Área [2]
 - Distrito (ilçe) 816 km²
População (2009)[3]
 - Distrito (ilçe) 95 889
    • Densidade 117,51/km2 
 - Urbana 61 196
Fuso horário EET (UTC+2)
 - Horário de verão EEST (UTC+3)
Código postal 42xxx
Prefixo telefónico 0332
Sítio Governo distrital: www.aksehir.gov.tr
Prefeitura: www.aksehir.bel.tr

Akşehir, a antiga Filomélio (em latim: Philomelium, em grego: Φιλομήλιο, Filomélion) é uma cidade e distrito (em turco: iller) da Turquia que faz parte da província (ilçe) de Konya e da região de Anatólia Central (İç Anadolu Bölgesi). Em 2009, a população do distrito era de 95 889 habitantes, dos quais 61 196 residiam na capital.[3]

A cidade encontra-se nos limites de uma planície fértil, no lado norte da cordilheira Sultandağ.[4]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Akşehir significa cidade (şehir) branca (ak) em turco. Şehir deriva da palavra persa shahr que significa igualmente cidade. Além dos nomes de origem grega e latina Filomélion, Philomelium e Filomélio, são ou foram usadas as seguintes grafias ou transliterações para além da oficial: Ak-Shehr, Ak-Shahr, Akshehr, Akshahr, Akshehir e Aqshahr.

História[editar | editar código-fonte]

Filomélio foi provavelmente fundada por gente de Pérgamo, na importante estrada que ligava Éfeso ao oriente.[4] O martírio de São Policarpo de Esmirna é descrito numa carta enviada pela Igreja de Esmirna à Igreja de Filomélio.[5] Alguma da correspondência de Cícero foi escrita em Filomélio, quando ele viajava para a Cilícia.[4]

A partir do século XII, aquando da expansão do Império Seljúcida, a cidade teve um papel importante nas guerras fronteiriças entre o Império Bizantino e o Sultanato de Rum, tornando-se uma importante cidade seljúcida. No século XIV foi integrada no Império Otomano. Segundo Ali de Yazd, o sultão Bayezid I morreu na cidade em 1403, depois de ter sido derrotado em Angorá.[4]

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Entre os locais mais famosos da cidade destacam-se o alegado túmulo de Nasrudin (ou Nasreddin Hodja),[6] figura humorística popular de histórias medievais ligadas ao Sufismo, o edifício que serviu de quartel-general do Exército Turco durante a última fase da Guerra Greco-Turca de 1919-1922.[7] A cidade conserva numerosas casas de arquitetura tradicional otomana, o que, juntamente com outros monumentos constituem o rico património arquitetónico que justifica Akşehir fazer parte da Associação Europeia de Cidades e Regiões Históricas (EAHTR), uma organização sedeada em Norwich, Inglaterra, fundada pelo Congresso dos poderes locais e regionais do Conselho da Europa.[8]

Todos os anos, entre 5 e 10 de julho, decorrem comemorações em honra do residente mais famoso de Akşehir, Nasrudin Hodja, que incluem concertos e outras atividades culturais e sociais.

Personalidades de Akşehir[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Akşehir Belediyesi (em turco). www.yerelnet.org.tr. YerelNET. Página visitada em 2010-07-03.
  2. Districts of Turkey (em inglês). www.statoids.com. Administrative Divisions of Countries ("Statoids") (2 de fevereiro de 2008). Página visitada em 26 de maio de 2010. Cópia arquivada em 26 de maio de 2010.}
  3. a b Address based population registration system (ABPRS) database (2009) (em inglês). www.tuik.gov.tr. TURKSTAT. Página visitada em 2010-07-03.
  4. a b c d Ak-Shehr [ligação inativa] (em inglês). www.1911encyclopedia.org. LoveToKnow Classic Encyclopedia baseada na Encyclopædia Britannica (edição de 1911). Página visitada em 2010-03-07. Cópia arquivada em 2010-03-07.
  5. Knight, Kevin (2009). Philomelium (em inglês). www.newadvent.org. Robert Appleton Company, New Advent Catholic Encyclopedia. Página visitada em 2010-03-07. Cópia arquivada em 2010-03-07.
  6. a b Life of Nasreddin Hoca (em inglês). www.kultur.gov.tr. Ministério do Turismo da Turquia. Página visitada em 2010-07-03.
  7. Konya - Akşehir Museums (em inglês). www.kultur.gov.tr. Ministério do Turismo da Turquia. Página visitada em 2010-07-03.
  8. Association of Historic Towns of Turkey (DOC) (em inglês). www.historic-towns.org. European Association of Historic Towns and Regions. Página visitada em 2010-06-20.
  9. Site oficial de Lütfi Kibiroğlu (em turco)


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.