Akercocke

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Akercocke
Informação geral
Origem Londres, Inglaterra
País  Inglaterra
Gênero(s) Blackened death metal, Death metal, Prog Metal
Período em atividade 1997 - presente
Gravadora(s) Goat of Mendes
Peaceville Records
Earache Records
Página oficial [1]
Integrantes
Jason Mendonça
David Gray
Peter Benjamin
Daniel Knight
Ex-integrantes
Paul Scanlan
The Ritz
Peter Theobalds
Matt Wilcock

Akercocke é uma banda de blackened death metal de Londres, Inglaterra. O nome da banda provém de um personagem do livro Fausto, de Robert Nye, e é caracterizada pelo seu conteúdo lírico de cunho fortemente satânico e sexual.

Biografia[editar | editar código-fonte]

O Akercocke foi formado em 1997 pelo guitarrista/programador de som Jason Mendonça (ex-Salem Orchid e Discípulos de Belial) e seu ex-colega Salem Orchid baterista David Gray. A banda logo foi completada com a adição de segundo guitarrista Paul Scanlan (ex-Creaming Jesus) e do baixista Peter Theobalds.

O primeiro álbum da Akercocke, Rape of the Bastard Nazarene, foi auto-lançado pela banda em 1999. O álbum está com WS sucesso o suficiente para obter Akercocke assinado ao underground metálico Peaceville Records. Seu disco de estréia para a nova empresa foi de 2001 The Goat of Mendes, previamente lançado em pela própria da gravadora banda da banda Goat of Mendes. 2003 viu o lançamento de Choronzon, a banda embarcou em turnê no ano Earache Records. A banda fez uma exaustiva tour nos EUA para promover o álbum e prontamente demitiu o guitarrista Paul Scanlan ao retornar. Ele foi substituído por Matt Wilcock, ex-The Berzerker (banda de metal australiano).

Words That Go Unspoken, Deeds That Go Undone foi lançado na Grã-Bretanha e na Europa em outubro de 2005, e nos Estados Unidos em fevereiro de 2006, Earache Records. Para promover o álbum, Akercocke passou em turnê com Mortician e Blood Red Throne, através da Europa. Antes disso, ELES TINHAM mostra forno Jogado na Grã-Bretanha para promover o novo álbum, apoiada por colegas death metal britânica trabalho Maul Ted. Em 18 de janeiro de 2007, Peter Theobalds deixou a banda, alegando diferenças pessoais. Ele foi substituído por Peter Benjamin da banda Corpsing.

Seu quinto álbum lançado Akercocke, Antichrist, em maio de 2007, seu último álbum na gravadora Earache, como foram contratados apenas para 'em para três álbuns. A tem-se lançado vídeo para a canção "Axioma", dirigido por Erica Herbert de Londres HSI, e consideradas "outing um único e belo visual" por Jason Mendonça. [1]

Release da banda álbum Antichrist foi alegadamente lugares com a controvérsia de grupos cristãos, na maior parte nomeadamente na América, onde uma planta de impressão foi acusado de ter se recusou a imprimir o encarte do álbum, porque se recusam a impressão "material satânico", de acordo com a Earache Records anos representante. Jason Mendonça comentou ET que não acharam o encarte "demasiadamente anti-cristão", apesar de o título "Antichrist", e sua recusa a impressão que era "muito feio" e "parece fascista para mim". [2]

A banda aussi gerou controvérsia na Irlanda do Norte quando eles agendada uma data turnê em Belfast em 18 de maio de 2007 e também apareceu em Debate BBC1 mostram Nolan ao vivo em 16 de maio de 2007, para defender seu direito de jogar o show. [3] que mostram que cam sob o fogo dos grupos cristãos quem alegaram que eles estavam espalhando uma mensagem perigosa para os jovens da Irlanda do Norte.

Em 04 de agosto de 2007, a banda fez uma apresentação especial de 10 anos no pub Camden Underworld em Londres, que supostamente foi filmado para um DVD ao vivo [4] intitulado A Decade of Devil Worship e foi definida para ser lançado juntamente com um novo, ainda sem título, album em 2010. [5] No entanto, nenhum material novo à tona em 2010. Com exceção de um show na França em abril de 2011, A partir de 2012 Não há atualizações adicionais a respeito do liberações planejadas e no site oficial é agora para baixo, evidentemente à venda por £ 200, tornando o futuro da banda planos claro.

Matt Wilcock amigavelmente deixou a banda em 2010, alegando diferenças musicais. Ele continuou a tocar no novo projeto The Antichrist Imperium, que também dispõe de David Gray, que também toca atualmente ao vivo como baterista fill-in com My Dying Bride.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Última formação[editar | editar código-fonte]

  • Jason Mendonça – vocal, guitarra
  • David Gray – bateria e intrumentos de percussão
  • Peter Benjamin – guitarra
  • Daniel Knight – guitarra
  • Sam Loynes – teclados

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

  • Paul Scanlan – guitar (1997–2003)
  • "The Ritz" – keyboards (2003–2006)
  • Peter Theobalds – bass guitar (1997–2007)
  • Matt Wilcock – guitar (2004–2010)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

CD Ano Vendas
Rape of the Bastard Nazarene 1999
The Goat of Mendes 2001
Choronzon 2003
Words That Go Unspoken, Deeds That Go Undone 2005
Antichrist 2007

Videoclipes[editar | editar código-fonte]

  • "The Goat"
  • "Horns of Baphomet"
  • "Infernal Rites"
  • "Leviathan"
  • "Axiom"
Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.