Alça de Henle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alça de Henle
Gray1128.png
Esquema de túbulos renais e seu suprimento vascular. (Alça de Henle visível na centro-esquerda).
Latim ansa nephroni
Gray assunto #253 1223
MeSH loop+of+henle
Dorlands/Elsevier 12138619

A alça de Henle ou ansa de Henle, em anatomia, é uma parte do rim; é o segmento do néfron que vem logo após o túbulo contorcido proximal, sendo uma estrutura tubular em forma de U, com uma porção espessa e outra delgada. Nas alças longas, a curvatura é sempre na parte delgada e nas alças curtas, a curvatura ocorre na parte espessa. A maior parte da porção descendente é delgada; já a porção ascendente, em sua maior parte, é espessa. [1]

Os néfrons situados próximos à superfície renal possuem alças mais curtas, enquanto que os néfrons situados mais profundamente no parênquima renal, possuem alças mais longas.

A parte delgada possui um diâmetro relativamente pequeno, mas sua luz é ampla porque as células da parede da alça são achatadas, assemelhando-se aos capilares sangüíneos. A porção espessa é constituída por epitélio cúbico simples, igual ao túbulo contorcido distal.

Funções[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. R. B., Dunn; Kudrath W., Passo S.S., Wilson L.B.. Kaplan USMLE Step 1 Physiology Lecture Notes (em inglês). [S.l.]: Kaplan Medical, 2011. 410 pp. p. 189–230. Visitado em 10 de janeiro de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]