Alétheia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Alétheia (em grego antigo, ἀλήθεια: «verdade», no sentido de desvelamento: de a-, negação, e lethe «esquecimento» ), para os antigos gregos, designava verdade e realidade, simultaneamente.[1]

Em Sein und Zeit , Martin Heidegger retomou o termo para definir a tentativa de compreensão da verdade. Realizou uma análise etimológica do termo a-letheia, atribuindo-lhe a significação de «desvelamento». Portanto, para Heidegger, alethéia é distinta do conceito comum de "verdade" - esta considerada como um estado descritivo objetivo.[2]

Referências

  1. Ch. Georgin : Dictionnaire Grec-Français - Hatier
  2. History of Truth in Western Philosophy



Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.