Alípio de Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alípio de Melo (Belo Horizonte)
—  Bairro do Brasil  —
Fonte: Não disponível

Alípio de Melo é um bairro da região Noroeste de Belo Horizonte, região da Pampulha em Belo Horizonte, Minas Gerais. [1]

História[editar | editar código-fonte]

Criado a partir do loteamento da antiga Fazenda São José, de propriedade do coronel Alípio de Melo, o nome do bairro homenageia a homônima família e também a tradição operária de seis cooperativas que, em 1976, em convênio firmado com o Banco Nacional da Habitação (BNH), construíram o Conjunto Habitacional Alípio de Melo. Até o final da década de 80 ainda era possível encontrar vacas e outros pequenos animais em fazendinhas próximas ao bairro.

As ruas com nomes de profissões relembram a origem operária do Alípio de Melo e nos remete à época da sua criação, em que a Avenida Abílio Machado se chamava Estrada de Contagem.

Hoje, a avenida se tornou um importante corredor de tráfego da capital, recebendo um fluxo diário de 27 mil veículos, nos dois sentidos. Além disso, com imponentes construções, sua área nobre abriga, além de suas belas construções, também uma infinidade de pontos comerciais e de serviços, tornando o bairro, um bairro classe média-alta.

Suas principais vias são as avenidas Abílio Machado, Tancredo Neves e Avenida Heráclito Mourão de Miranda (Belo Horizonte) e a Rua Leonil Prata que faz divisa com o bairro Castelo. Faz divisa também com os bairros Manacás e Glória.

Um fato interessante sobre o bairro Alípio de Melo é que ele pode ser dividido em duas regiões: uma em que as vias têm nomes de profissões (como as ruas dos Médicos, dos Veterinários, dos Construtores e dos Economistas, e a outra em que as vias possuem nomes de aves, como as ruas Toutinegra, Marianita, Uirapiana e Tiês. E outras como a Atobás, muito interessante que os Atobás parecem nomes de arvores, mas são aves de médio a grande porte, com comprimento de 64 até 100 cm e peso de até 3,6 Kg.As ruas com nomes de profissões relembram a origem operária do Alípio de Melo e nos remetem à época da sua criação, época em que a Avenida Abílio Machado se chamava Estrada de Contagem.

Vizinho dos bairros Castelo, Serrano e Padre Eustáquio, o Alípio de Melo tem acessos facilitados pela Rua Padre Eustáquio, Avenida Pedro II e Anel Rodoviário.



Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]