Al-Aziz Uthman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Al-Aziz Uthman
Sultão do Egito
Governo
Reinado 11931198
Antecessor Saladino
Herdeiro Al-Mansur
Sucessor Al-Mansur Muhammad
Dinastia Aiúbida
Vida
Nome completo Al-Malik al-`Aziz `Imâd ad-Dîn `Uthmân
أبو الفتح عماد الدين "الملك العزيز" عثمان بن صلاح الدين يوسف
Nascimento 1171
Morte 29 de novembro de 1262 (91 anos)
Cairo
Sepultamento Cairo
Filhos Al-Mansur
Pai Saladino

Al-Malik al-Aziz Imâd ad-Dîn Uthman foi o segundo sultão do Egito da dinastia aiúbida e filho de Saladino[1] . Ele sucedeu ao pai e reinou entre 1193 e 1198[2] .

História[editar | editar código-fonte]

Antes de sua morte, Saladino dividiu seus domínios entre seus parentes: Al-Afdal recebeu a Palestina e a Síria; Al-Aziz recebeu o Egito; Al-Zahir recebeu Alepo; Al-Adil recebeu Karak e Shoubak; Turan-Shah manteve o Iêmem. Porém, logo os conflitos começaram e al-Adil se tornaria o único governante da Síria, da Alta Mesopotâmia, do Egito e da Árabia[3] .

Apesar de al-Aziz tendo especificamente herdado a suserania sobre todo o império dos aiúbidas, logo ele teve que enfrentar a revolta dos emires zengidas de Mosul e Sanjar assim como dos artúquidas do sul do Iraque. Quando al-Afdal expulsou todos os ministros da época de seu pai, eles vieram para o Egito e pediram a al-Aziz que reconquistasse a Síria. O sultão cercou Damasco e al-Afdal pediu ajuda ao irmão de Saladino, al-Adil, que se encontrou com al-Aziz e o convenceu a se reconciliar. No ano seguinte, al-Aziz atacou novamente a Síria, mas al-Afdal conseguiu que alguns dos emires do adversário desertassem. Posteriormente, al-Adil se aliou com al-Aziz contra al-Afdal, que havia cercado e capturado Damasco em 3 de julho de 1196. Al-Afdal foi exilado em Salkhad enquanto que al-Aziz foi proclamado governante supremo de todos os territórios aiúbidas. Porém, o poder efetivo estava nas mãos de al-Adil, que se instalou em Damasco.

Durante o seu reinado, ele tentou demolir as Grandes Pirâmides do Egito, mas teve que desistir dado o tamanho da empreitada. Porém, ele conseguiu danificar a Pirâmide de Miquerinos[4] .

Al-Aziz morreu num acidente de caça no final de 1198. Ele foi enterrado no túmulo de seu irmão mais velho al-Mu'azzam[5] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Al-Aziz Uthman
Nascimento: 1171 Morte: 1198
Precedido por:
Saladino
Sultões do Egito
1193-1198
Sucedido por:
Al-Mansur Muhammad

Referências

  1. Lyons, M. C.; Jackson, D.E.P. (1982). Saladin: the Politics of the Holy War. Cambridge University Press. ISBN 978-0-521-31739-9.
  2. Brabin, Steve. "Guardian's Ancient Egypt Discussion Board: Al-Aziz Othman and the Missing Stones." Guardian'S Ancient Egypt Discussion Board. Web. 29 June 2010. <http://egyptologist.org/discus/messages/8/4300.html>.
  3. Ali, Abdul. Islamic Dynasties of the Arab East: State and Civilization during the Later Medieval times. New Delhi: M D Publications Pvt, 1996. Print.
  4. Way, The. "Why Western Art Is Unique, and Why Muslim Immigration Threatens It | The Brussels Journal." The Brussels Journal | The Voice of Conservatism in Europe. Web. 29 June 2010. <http://www.brusselsjournal.com/node/2128>.
  5. Humphreys, R. Stephen. From Saladin to the Mongols: the Ayyubids of Damascus, 1193-1260. Albany: State University of New York, 1977. Print.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Al-Aziz Uthman