Al-Zarrar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Al zarrar MBT T-59
Alzarrar.jpg
Al-zarrar Durante demonstração em Karachi - Paquistão
Tipo Tanque Principal de Batalha
Local de origem Paquistão
História operacional
Em serviço Paquistão
Histórico de produção
Fabricante Heavy Industries Taxila - Paquistão
Quantidade
produzida
320
Especificações
Peso 40 toneladas
Blindagem do veículo Placas de Aço Blindagem modular composta
ERA Blindagem reativa explosiva
Armamento
primário
1 x 125mm 2A46 (Calibre: 125mm - Alcance estimado de 0.5Km a 4.5Km)
Armamento
secundário
7,62 milímetros coaxial, 1 x 12.7mm Browning M2 (Calibre: 12.7mm - Alcance estimado de 1.5Km a 2.4Km)
Motor VR-36 Diesel
730 cv
Peso/potência 18 cv/ton
Velocidade Velocidade máxima:: 63 Km/h - Velocidade em terreno irregular: 30 Km/h

Foi decidido pelo Exército do Paquistão que seu inventário de origem chinesa de tanques Type 59 era muito grande para ser descartado e substituído, portanto, um programa de atualização em fases foi iniciado pela Heavy Industries Taxila (HIT), em 1990. A ideia era atualizar o poder de fogo, mobilidade e proteção dos Type 59 para lhe permitir competir em campo de batalha moderno em uma fração do custo de um tanque de guerra moderna (MBT). A primeira fase do programa de modernização foi concluída em 1997. A segunda fase começou em 1998, quando começou a HIT o desenvolvimento e teste de um novo tanque, um Type 59 re-construído, com mais de 50 modificações, resultando em três protótipos com especificações ligeiramente diferentes (diferentes sistemas de controle de tiro, por exemplo). Muitos sistemas originalmente desenvolvidos para o Al-Khalid MBT foram incorporadas. Os protótipos foram submetidos a testes extensivos da HIT e do Exército do Paquistão, que selecionou a versão final do tanque, chamado Al-Zarrar. HIT começou a produção completa do Al-Zarrar em 2003.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Al-zarrar's em manutenção.

O Al Zarrar, é o resultado da cooperação entre o Paquistão e a China,[1] no desenvolvimento e modernização para o carro de combate médio T-59, que é uma versão chinesa do T-54 soviético.

Sem grandes recursos e com problemas financeiros para adquirir todas as viaturas blindadas que precisa o Paquistão optou pelo caminho da modernização de seu contingente de tanques, estudando uma solução aplicável ao grande número de tanques Type-59 que o Paquistão tinha adquirido à China nos anos 70.

A principal diferença entre o Al Zarrar e o modelo original que deriva (Type-59) consistiu na substituição da peça principal um canhão de 100mm por outra de 125mm de alma lisa de fabrico chinês e que aparentemente é a mesma que equipa os carros de combate chineses, mas com um carregamento semi-automático. A torre em que a arma está acomodada também tem um perfil diferente chega a ser semelhante à do abrahams. Estão também instalados equipamentos de visão noturna e controle de tiro, como telemetro a laser, que tornam o Al Zarrar um veículo moderno comparado com seus antecessores T-54/Type-59. Além do armamento principal, o Al Zarrar tem instalada duas metralhadora uma calibre 12.7mm e outra coaxial de 7,62 mm. Recentemente, o Al Zarrar foi visto, saindo de fábrica com módulos adicionais de blindagem reativa colocados em cunha na parte frontal da torre do veículo.

Proteção[editar | editar código-fonte]

Al-Zarrar usa armaduras modulares compostas e blindagem reativa explosiva para dar uma melhor proteção contra mísseis antitanque, minas e outras armas. A LTS paquistanês ATCOP-1 laser sistema de alerta de ameaça é equipado para informar a tripulação do tanque se o tanque é alvejado por uma gama laser-finder ou designado por laser. Lançadores de granadas de fumo são montadas nos lados da torre. Um sistema automático de supressão de incêndio e sistema de supressão de explosão é instalado para melhorar a sobrevivência da tripulação.

Exportação[editar | editar código-fonte]

Em 21 de outubro de 2008, o chefe do Exército de Bangladesh encontrou seu homólogo paquistanês para discutir um programa de modernização em Bangladesh da sua frota de Type 59.[2] Bangladesh pretende atualizar 300 dos seus Type 59 para o padrão Al-Zarrar no Bangladesh Army 's 902 Heavy Workshop, fazendo com que o país seja o primeiro cliente do Al-Zarrar.

Notas

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Al-Zarrar
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.