Alan J. Pakula

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alan J. Pakula (Outubro de 1990.

Alan J. Pakula (Nova Iorque, 7 de abril de 1928 — Nova Iorque, 19 de novembro de 1998) foi um diretor, roteirista e produtor de cinema norte-americano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Frequentou a Universidade de Yale onde se formou em Arte Dramática, estreando-se no teatro com uma encenação de Tchekov. Começou sua carreira no cinema como produtor, para logo passar para a direção, ainda que tenha sido sempre um produtor—tanto de seus filmes como de outros. Provavelmente será lembrado pelo filme All the President's Men, de 1976, que contava a investigação do caso Watergate, feita por dois jornalistas do Washington Post. Aliás, a sua filmografia - escassa, mas bastante variada - apresenta vários filmes que tomam por tema assuntos mais ou menos relacionados com a política.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Como realizador[editar | editar código-fonte]

Só como produtor[editar | editar código-fonte]

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Filme, por "O Sol é para Todos" (1962).
  • Recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Realizador, por "All the President's Men" (1976).
  • Recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Argumento Adaptado, por "Sophie's Choice " (1982).
  • Recebeu uma nomeação ao Globo de Ouro de Melhor Realizador, por "All the President's Men " (1976).
  • Recebeu uma nomeação ao BAFTA de Melhor Realizador, por "All the President's Men " (1976).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre cineastas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.