Alberico III de Túsculo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Alberico III (falecido em 1044) foi Conde de Túsculo, juntamente com Galeria, Preneste, e Arce, a partir de 1024; quando seu irmão, o conde romano, foi eleito Papa João XIX, até sua própria morte. Foi filho de Gregório I de Túsculo e Maria, irmão dos Papas Bento VIII e João XIX, e cunhado de Thrasimund III de Spoleto.

Alberico usou o título de consul, dux et patricius Romanorum: "cônsul, duque, e patrício dos romanos". Isto representava a sua autoridade secular em Roma. Ele também tinha o titular de comes sacri palatii Lateranensis ("Conde do Sagrado Palácio de Latrão"), que significa a sua função eclesiástica na cúria papal. Durante o pontificado de seu irmão João XIX, foi feito senador, mas teve que abandonar este título para o decoro consular do supracitado, a fim de evitar tensões com o imperador Henrique II. Alberico não aparece em fontes depois de 1033, quando deixou os poderes para seu filho, o papa recém-eleito.

Casou-se com Ermelina e seu filho Teofilato III (ou IV) tornou-se o Papa Bento IX em 10321 Foi sucedido por seu segundo filho Gregório II e deixou outros três filhos: o consul, dux et senator Romanorum Pedro , Otávio e Guido, todos intitulados "Condes de Túsculo".

Referências

  1. John-Peter Pham, Heirs of the Fisherman : Behind the Scenes of Papal Death and Succession, (Oxford University Press, 2004), 56.